Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
POLÍTICA, CURRÍCULO E EDUCAÇÃO: Algumas perspectivas
Adriadna Lispector Rodrigues Pereira de Andrade

Última alteração: 20-10-18

Resumo


Esta pesquisa está inserida na Linha de Pesquisa Formação de Professor e Políticas Públicas Educacionais do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Rondonópolis. Tem como objeto de estudo as implicações da políticas educacionais para o ensino de história, , no ensino médio regular, na rede pública do estado de Mato Grosso, na cidade de Rondonópolis. Dessa forma, nosso objetivo geral é compreender o contexto e o texto das políticas públicas educacionais e a legislação do ensino e sua repercussão no ensino de história. Temos como objetivos específicos investigar de que maneira a política curricular de história interfere na atuação dos professores de história, e analisar de que maneira os professores de história percebem as regulações das políticas públicas no seu fazer docente. A pesquisa justifica-se pela necessidade de compreender em que medida se sustentam os discursos de autonomia docente e frente às prescrições da política curricular, dentro do contexto educacional: piso salarial, condições de trabalho, material e recursos didáticos pedagógicos, entre outros, que perfazem o cotidiano dos professores que ensinam história na educação básica. Buscamos problematizar de que maneira a política curricular interfere no ato de ensinar, ou seja, “De que maneira as definições de currículo de história imputam ao docente determinadas concepções, conteúdos e metodologias que limitam a autonomia docente? A pesquisa tem como público alvo professores que ensinam história na Rede Pública Estadual do Mato Grosso, no município de Rondonópolis.

Palavras-chave


Políticas Públicas Educacionais; Ensino de História; Política Curricular

Referências


ABUD, Katia.Currículos de história e políticas públicas: os programas de história do Brasil na escola secundária. In: O saber histórico na sala de aula/Circe Bittencourt (org). 9. ed. – São Paulo: Contexto, 2004. – (Repensando o Ensino), pgs. 28-41.

Alberti, Verena. "Indivíduo e biografia na história oral." 2000.

ALBERTI, Verena. História oral: Histórias dentro das Histórias. IN: PINSKY, Carla B. Fontes Históricas. SP: Editora Contexto, 2015.

BALL, Stephen J. Profissionalismo, Gerencialismo e Performatividade. Cadernos de Pesquisa, v. 35, n. 126, p. 539-564, set./dez. 2005.

BITTENCOURT, Circe. Capitalismo e cidadania nas atuais propostas curriculares de história. In: In: O saber histórico na sala de aula/Circe Bittencourt (org). 9. ed. – São Paulo: Contexto, 2004. – (Repensando o Ensino), pgs. 11-27.

BRASIL^ DMINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR. Resolução CNE/CES nº4 de 7 de novembro de 2001: Institui diretrizes curriculares nacionais do curso de graduação em História. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, 2001.

CARDOSO, Oldimar et al. Para uma definição de Didática da História. Revista Brasileira de História, v. 28, n. 55, p. 153-170, 2008.

CERRI, Luís Fernando. Ensino de história e consciência histórica/Luís Fernando Cerri. – Rio de Janeiro: Editora FGV, 2011.

CHACON, Beatriz da Costa Pan. Multiplos Abismos, Poucos Ecos. IN: SILVA, M. (org). História – Que ensino é esse?. Campinas-SP: Papirus, 2013.

FONSECA, Selva Guimarães. Didática e prática de ensino de história: experiências, reflexões e aprendizados/Selva Guimarães Fonseca. – Campinas, SP: Papirus, 2003. – (Coleção Magistério: Formação e trabalho pedagógico).

GALVÃO, Cecília. Narratives in Education. Ciência & Educação (Bauru), v. 11, n. 2, p. 327-345, 2005.

GUIMARÃES, Selva. Didática e prática de ensino de história: Experiências, reflexões e aprendizagens/Selva Guimarães. In: Políticas públicas, currículos e ensino de história. – 13ª ed. rer. e ampl. – Campinas, SP: Papirus, 2012. – (Coleção Magistério: formação e trabalho pedagógico). Pgs. 55-71.

JAEHN, Lisete. O pensamento curricular e a relação entre poder e conhecimento: Controle e regulação social. Espaço do currículo, v.4, n.2, pp.114-124, Setembro de 2011 a março de 2012. 56

JOUTARD, Philippe. Desafios à história oral do século XXI. IN: Ferreira, Marieta de Moraes (org.) História oral [livro eletrônico] : desafios para o século XXI. / Rio de Janeiro : Editora Fiocruz/Casa de Oswaldo Cruz / CPDOC - Fundação Getúlio Vargas, 2000.

LOPES, Alice Casimiro. A qualidade da escola pública: uma questão de currículo? In: A qualidade da escola pública no Brasil/organizadora, Fabiana da Silva Viana... [et al.]. – Belo Horizonte: Mazza Edições, 2012. Pgs. 13-29.

MACEDO, Elisabeth. Currículo e conhecimento: aproximações entre educação e ensino. Cadernos de Pesquisa, v. 42, n. 147, p. 716-737, 2013.

MEIHY, José Carlos Sebe Bom. Os novos rumos da história oral: o caso brasileiro. Revista de história, n. 155, p. 191-203, 2006.

MEIHY, José C.S.B.; HOLANDA, Fabíola (ORG). História Oral. como fazer, como pensar. SP: Contexto, 2017. MOUFFE, Chantal. Democracia, cidadania e a questão do pluralismo. Política & Sociedade, v. 2, n. 3, p. 11-26, 2003.

PAULILO, André Luiz. Ensino de História, Expectativas de Aprendizagem e a Reorientação Curricular em São Paulo. Currículo sem Fronteiras, v. 13, n. 1, p.86-115, Jan./Abr. 2013.

PORTELLI, Alessandro et al. O que faz a história oral diferente. Projeto História: Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados de História, v. 14, 1997.

PORTELLI, Alessandro. Tentando aprender um pouquinho: algumas reflexões sobre a ética na história oral. Projeto História: Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados de História, v. 15, 1997. SILVA, M. A história vem a público. IN:_____. (org). História – Que ensino é esse?. Campinas-SP: Papirus, 2013.

SOUZA, Rosa Fátima de. História da Organização do Trabalho Escolar e do Currículo no Século XX: (ensino primário e secundário no Brasil) /Rosa Fátima de Souza. – São Paulo: Cortez, 2008. – (Biblioteca Básica de História da Educação Brasileira, v. 2).

ZOTTI, Solange Aparecida. Sociedade, educação currículo no Brasil: dos jesuítas aos anos de 1980/Solange Aparecida Zotti. - Campinas, SP: Autores Associados; Brasília, DF: Editora Plano, 2004.