Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Um defeito de cor de Ana Maria Gonçalves e Texaco de Patrick Chamoiseau
Cristina Elena Álvarez, Mário Silva Leite Cezar Silva

Última alteração: 16-10-18

Resumo


Uma das vertentes da literatura comparada, voltada para os estudos pós-coloniais, tem se ocupado de investigar o que foi o colonialismo, quais as consequências desse sistema nas relações político-sociais e culturais dos povos a ele submetidos. Toda a América Latina viveu a experiência trágica do colonialismo, marcada pela diáspora dos povos africanos e pelos séculos de escravismo desses povos. Nosso trabalho está focado na análise comparativa dos romances Um defeito de Cor (2006) da escritora brasileira Ana Maria Gonçalves e Texaco (1992) do escritor da Martinica Patrick Chamoiseau. O objetivo é analisar as relações entre literatura, a história, a cultura e a memória.


Palavras-chave


memória,história

Referências


Appiah, K. (1997). Na casa de meu pai. A África na filosofía da cultura. Rio de Janeiro: Contraponto.

Chamoiseau, P. (1993). Texaco. Tradução de Rosa freire D’Aguiar. São Paulo: Companhia das Letras.

Candido, A. (2015). O discurso e a cidade. Rio de Janiero: Ouro sobre Azul.

Gilroy, P. (2001). O Atlântico Negro: Modernidade e dupla consciência. São Paulo: Centro de Estudos Afro-asiáticos.

Glissant, É. (2002). Introducción a una poética de lo diverso. Barcelona: Editorial Del Bronce.

____________. (2005). El discurso antillano. Cáracas: Monte Ávila.

Gonçalves, A.M. (2006). Um defeito de cor. São Paulo: Editora Record.

Hall, S. (2011). Da diáspora. Identidades e mediações culturais. Org. Liv Sovik. Belo Horioznte: Editora UFMG.

Rama, A. (1982). La novela latinoamericana. Panoramas 1920-1980. Bogotá: Colcultura.

____________. (1984). La ciudad letrada. Nueva Jersey: Ediciones del Norte.

Ribeiro, D. (1975). Configurações histórico-culturais dos povos américanos. 1975. São Paulo: Civilização brasileira.

____________ El dilema de América latina. Estructuras de poder y fuerzas insurgentes. México DF: Siglo XXI editores. 2004.