Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
UMA PERSPECTIVA DIALÓGICA DA WEB-RÁDIO COMO FERRAMENTA DE ENSINO-APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA
Nádia Cristina da Silva Santos

Última alteração: 18-10-18

Resumo


Esta pesquisa de doutorado surgiu das discussões no âmbito de um projeto maior - “Investigando os Letramento (s):  um estudo crítico-dialógico de discursos e práticas escolares” – (cadastrado na PROpeq, UFMT e das atividades realizadas no Grupo de Estudos Linguísticos e de Letramento (CNPq). Tem como objetivo analisar quais as contribuições do projeto de intervenção “Reflexão crítica e interdisciplinaridade: a rádio web e o desenvolvimento do letramento na escola pública” para o desenvolvimento dos letramentos, em especial, o letramento crítico dos alunos do Ensino Fundamental de uma escola pública estadual de Cuiabá – MT. Pesquisas anteriores realizadas pelo grupo na capital (Cuiabá) e interior de Mato Grosso (Barra do Garças e Rondonópolis) aplicaram questionários aos alunos e professores das escolas estudadas a fim de conhecer as práticas letradas destes. Além disso, foram feitos encontros reflexivos com os professores, nos quais eles puderam fazer reflexão sobre sua prática e os pesquisadores coletaram informações referentes ao ensino-aprendizagem de leitura e escrita. Dessa forma, foi desenvolvida uma investigação de natureza qualitativa, de caráter dialógico e colaborativo, nos moldes da pesquisa-ação. Para isso, recorremos aos pressupostos teóricos de Bakhtin e o Círculo (1929; 1952-53; 1970-1971/1979; 1974/1979) que abordam a linguagem como um processo sócio-histórico-cultural, aliado à teoria da aprendizagem e desenvolvimento de Vygotsky (1930, 1934, 1935) e as discussões sobre Letramento Crítico que tem como base: Freire (1987), Cassany (2010), Pereira (2009), Paes de Barros, Sousa e Carvalho (2012) e outros. Desse modo, nessa pesquisa busca-se atingir aos objetivos: 1 - Verificar se o projeto de intervenção “Reflexão crítica e interdisciplinaridade: a rádio web e o desenvolvimento do letramento na escola pública”, em sua fase piloto, contribuiu para o desenvolvimento das capacidades letradas dos alunos; 2 - Identificar se as atividades desenvolvidas em sala de aula despertaram interesse dos alunos pelo ensino dos diferentes componentes curriculares; 3 - Examinar em quais critérios a web-rádio colaborou para o desenvolvimento das aprendizagens dos alunos. A fim de alcançar tais objetivos, aplicou-se um questionário para fazer o levantamento das práticas letradas dos alunos do Ensino Fundamental, foi realizado um trabalho com cinco gêneros discursivos (seminário, resumo, radionovela, entrevista) por meio da metodologia da sequência didática durante os anos de 2017 e 2018, com uma turma de 8º ano do Ensino Fundamental (2017), sendo que continuamos o trabalho com a mesma professora e os alunos desta turma no ano de 2018 (9º ano ), dados gravados em áudio e vídeo. Além disso, foram recolhidas as atividades trabalhadas com os alunos.  O projeto web-rádio foi criado a fim de atender a algumas questões que não foram contempladas nas pesquisas anteriores e continuar colaborando com as escolas parceiras no sentido de contribuir para o desenvolvimento das capacidades letradas dos alunos. Nesse momento, o projeto está na fase de desenvolvimento da web-rádio com os alunos da turma piloto (9º ano B).

 


Palavras-chave


Web-rádio. Ensino de gêneros discursivos. Ensino Fundamental.

Referências


BAKHTIN, M. M. VOLOCHÍNOV, V. (1929).  Marxismo e filosofia da linguagem. 13. ed. São Paulo: Hucitec, 2012.

BAKHTIN, M. M. (1952-1953/1979). O problema dos gêneros do discurso. In: Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

. (1970-1971/1079). Apontamentos de 1970-1971. In: Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

. (1974/1979). A propósito da metodologia das ciências humanas. In: Estética da criação verbal. Trad. Paulo Bezerra. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

CASSANY, D.; CASTELLÀ, J. M. Aproximación a la literacidad crítica. Perspectiva, Florianópolis, v. 28, n. 2, p. 353-374, 2010.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

PAES DE BARROS, C. G.; SOUSA, O.C., & CARVALHO, C. (CIED). Literacia, ensino da leitura e sucesso escolar. ATAS do XIX Colóquio da AFIRSE, 2012.

PEREIRA, I. L. O ensino da compreensão leitora: da teoria à prática pedagógica. Um programa de intervenção para o 1.º Ciclo do Ensino Básico. Coimbra: Edições Almedina, 2009.

VYGOTSKY, L. S. (1930). A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 7. ed.  São Paulo: Martins Fontes, 2007.

. (1934).  Pensamento e linguagem.  São Paulo: Martins Fontes, 1984.

.  (1935). Psicologia pedagógica.  Tradução de Paulo Bezerra. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2004.