Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Intérpretes de heavy metal em Cuiabá: estratégias comunicacionais de uma prática em crise.
Leon Pio Saes, Patrícia Osório

Última alteração: 19-10-18

Resumo


No presente trabalho se propõe uma investigação sobre as práticas comunicacionais que garantem a sobrevivência das bandas de interpretação de Heavy metal na cidade de Cuiabá. Através de um levantamento de dados, tenta-se entender quais as estratégias destes músicos para divulgar e viabilizar financeiramente seu trabalho. Relaciona-se o repertório destas bandas, as ações de divulgação por parte destes músicos que interferem no volume de público e à que circunstâncias condicionais, mercadológicas e comunicacionais estas bandas estão submetidas. É feita também uma imersão comparativa nas teorias de Maurizio Lazzarato e Antonio Negri a respeito do trabalho imaterial, como forma de entender de que maneira a teoria comunicacional poderia orientar este trabalho, e como este trabalho poderia contribuir para o espectro comunicacional na atualidade.

Como aporte teórico, faz-se também um cruzamento de informações a fim de proporcionar uma diferenciação básica entre os subgêneros de heavy metal relacionados no repertório das bandas, de que maneira estes sub-gêneros influenciam ou são influenciados pelas técnicas de comunicação; as categorias de atuação e os conceitos defendidos pelos atuantes neste cenário, e se investiga não só de que maneira os espectadores tem conhecimento dos shows como também o que faz estes espectadores irem aos eventos.

 



Palavras-chave


Palavras-chave: heavy metal, comunicação, bandas cuiabanas, trabalho imaterial, interpretação musical