Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Desempenho e consumo de bovinos Nelore na fase de recria à pasto suplementados com diferentes formas processamento do grão de milho
Lucien Bissi da Freiria

Última alteração: 23-10-18

Resumo


Objetivou-se com o presente trabalho, avaliar o efeito da suplementação com diferentes formas de processamento físico do grão de milho sobre do desempenho e consumo de bovinos Nelore na fase de recria à pasto. O estudo foi realizado na fazenda experimental da UFMT, no setor de bovino de corte, utilizando-se 64 animais Nelore, idade de 16 meses, em regime de pasto, suplementados a 1% do peso corporal, mantidos em piquetes com Brachiaria brizantha cv. Marandu. O Delineamento foi inteiramente casualizado, com quatro tratamentos. Os tratamentos avaliados foram quatro processamentos do grão de milho: moagem fina (peneira de 3 mm), moagem média (peneira de 10 mm), quebrado (moído no moinho sem peneira de seleção de partículas) e grão inteiro, no período de transição água-seca. Os suplementos foram formulados de acordo com a exigência animal em favor do desempenho do pasto, para um ganho estimado de 1 kg/dia. O pastejo foi em lotação contínua, com período experimental tendo duração de 90 dias. A cada 30 dias foram realizados as coletas de pasto, para determinação da disponibilidade de matéria seca (MS) e MS potencialmente digestível, relação Folha:Colmo, e análise química-bromatológica. No dia 45º foram estimados o consumo de MS e nutrientes, e, também foi determinado teor de amido fecal. Não houve diferenças (P>0,05) para consumo e digestibilidade de  (MS), forragem, matéria orgânica (MO), proteína bruta (PB), Fibra insolúvel em detergente neutro corrigida para cinzas e proteína (FDNcp), e nutrientes digestíveis totais (NDT). O consumo de amido não foi alterado entre os tratamentos (P>0,05), e a digestibilidade do amido foi maior para moagem fina (peneira de 3 mm) (P<0,05) comparada com grão de milho inteiro, mas diferenciou entre moagem média e quebrado (P>0,05). A concentração de amido fecal reduziu (P<0,05) moagem fina comparada com grão de milho inteiro. Em relação ao desempenho, não houve diferença entre os tratamentos (P>0,05). O menor tamanho de partícula do grão do milho, tem seu uso justificado pela maior eficiência do uso de amido no suplemento de bovinos em pastejo.


Palavras-chave


ganho, moagem, suplementação, transição secas-águas

Referências


Correa, C.E.S., Shaver, R.D., Pereira, M.N., Lauer, J.G., Kohn, K.. 2002. Relationship between corn vitreousness and ruminal in situ starch degradability, Journal of Dairy Science, 85, 3008–3012.

Detmann, E., Gionbelli, M.P., Paulino, M.F., Valadares Filho, S.C., Rennó, L.N., 2016. Considerations on research methods applied to ruminants under grazing, Nutritime Revista Eletrônica, 13, 4711–4731.

Detmann, E., Queiroz, A.C.de, Zorzi, K., Mantovani, H.C., Bayão, G.F.V., Gomes, M.P.C. 2011. Degradação in vitro da fibra em detergente neutro de forragem tropical de baixa qualidade em função da suplementação com proteína verdadeira e/ou nitrogênio não-proteico, Revista Brasileira de Zootecnia, 40, 6, 1272-1279.

Detmann, E., Souza, M.A., Valadares Filho, S.C., Queiroz, A.C., Berchielli, T.T., Saliba, E.O.S., Cabral, L.S., Pina, D.S., Ladeira, M.M., Azevedo, J.A.G., 2012. Métodos para análise de alimentos – INCT – Ciência Animal, (Suprema Gráfica: Visconde do Rio Branco).

Huntington, G.B. 1997. Starch utilization by ruminants: From basics to the bunk, Journal of Animal Science, 75, 852–867.