Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, VIII Mostra de Extensão

Tamanho da fonte: 
Experiências em gerontologia para o acadêmico: Programa Longevidade Saudável
Weslen Conceição Silva

Última alteração: 28-09-17

Resumo


Experiências em gerontologia para o acadêmico: Programa Longevidade Saudável

Weslen Conceição da Silva

Waléria Christiane Rezende Fett

Este trabalho tem como objetivo apresentar o perfil dos idosos frequentadores do programa “Longevidade Saudável” oferecido pela faculdade de educação física e as contribuições das atividades extensionistas realizadas pelos alunos de graduação no processo de formação profissional. O programa Longevidade saudável oferece atividades orientadas de hidroginástica ou musculação, três vezes na semana, tendo como meta ações de prevenção e auxílio no tratamento dos fatores de risco para saúde do idoso. Este ano foram avaliados 106 idosos, sendo 86 mulheres e 20 homens com média de idade de 66,9±5,3 anos. Também foi calculado do índice de massa corporal (IMC) sendo 25 idosos classificados como normal, 49 pré-obesos e 32 obesos. Ainda, destes temos 56 hipertensos, 17 diabéticos e 14 portadores tanto de hipertensão como diabetes. Apenas 20 idosos não relataram ser portador de patologias. O programa constitui de uma estratégia para o exercício do ensino, da pesquisa e da extensão, visando uma formação de qualidade à medida em que o acadêmico é inserido nas atividades que possibilita o contato com o público e a utilização de instrumentos de trabalho aprendidos nas aulas teóricas de capacitação, possibilitando a criatividade e o enfrentamento de novos desafios na área da gerontologia. O programa Longevidade Saudável permite ao acadêmico a busca de conhecimentos a partir da produção científica na área da gerontologia, reforçando a importância das ações de saúde e políticas públicas para a população idosa, bem como intervenções práticas da área da educação física, pois, observa-se que a qualidade de vida e um envelhecer saudável são aspectos de preocupação ao procurar ingressar nas atividades físicas ofertadas pelo programa. Toda extensão universitária visa desenvolver ações orientadas junto à comunidade, além disso, disponibiliza o conhecimento produzido de pesquisas e os conhecimentos adquiridos do ensino de graduação. Nesse sentido, através da orientação e das atividades ofertadas pelo Programa “Longevidade Saudável” os extensionistas ampliam suas competências teórico-metodológicas, cooperativas e éticas imprescindíveis para atuação profissional no mercado de trabalho direcionado ao atendimento da pessoa idosa.

Palavras chaves: Atividade física, avaliação, envelhecimento


É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.