Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, VIII Mostra de Extensão

Tamanho da fonte: 
DIAGNÓSTICO MICROBIOLOGICO DE DOENÇAS INFECCIOSAS
João Pedro Meireles de Jesus Ferreira, STÉFHANO LUÍS CÂNDIDO, VANESSA CRISTINA DE MELO BRUNO, LUCIANO NAKAZATO, VALÉRIA DUTRA

Última alteração: 27-09-17

Resumo


Os exames de isolamento fúngico e bacteriano realizados no Hospital Veterinário são de grande importância, pois permitem o correto diagnóstico dos agentes infecciosos que acometem os animais. Quando há isolamento bacteriano pode-se realizar o antibiograma, o qual fornece o perfil de sensibilidade do isolado a antibióticos, indicando, assim, o antibiótico mais adequado a ser empregado no animal. Para o isolamento fúngico as amostras são semeadas em ágar sabouraud dextrose, acrescido ou não de cloranfenicol, e levadas a estufa a temperatura 25°C, 30°C e 37°C por até 7 dias; para as amostras de pelo utiliza-se o meio comercial Dermatobac, sendo cultivados a 25°C por até 15 dias, onde a partir do crescimento fúngico confecciona-se lâminas com corante azul de algodão e as estruturas fúngicas são observadas em microscópio óptico e, de acordo com a morfologia, faz-se sua classificação. O isolamento bacteriano é realizado a partir da semeadura do material nos meios ágar sangue ovino 8% e ágar MacConkey, ambos mantidos na estufa a 37°C por até 3 dias. Após o crescimento realiza-se a coloração de gram das colônias isoladas e estas são, então, submetidas à série bioquímica de gram positivos ou gram negativos de acordo com sua prévia classificação. O objetivo deste trabalho foi realizar um levantamento das culturas fúngicas e bacterianas realizadas no Laboratório de Microbiologia do Hospital Veterinário da Universidade Federal de Mato Grosso campus Cuiabá no ano de 2017. Foram realizados ao todo 1221 exames, sendo 806 isolamentos bacterianos e 415 isolamentos fúngicos. Conclui-se que os isolamentos fúngicos e bacterianos realizados no Hospital Veterinário são de grande importância, pois permitem um diagnóstico rápido e preciso do agente etiológico que acomete o animal, bem como também o diagnóstico de doenças de caráter zoonótico como a Brucelose, que representam um sério problema em saúde pública.


Palavras-chave


Antibiograma; Microbiologia; Veterinária

É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.