Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, VIII Mostra de Extensão

Tamanho da fonte: 
CORAL DA 3ª IDADE DA UFMT – TRAJETÓRIA EM ASCENSÃO
Iasmin Maria Medeiros, Alexsandra dos Santos Matos, Dorit Kolling de Oliveira

Última alteração: 27-09-17

Resumo


O Coral da 3ª Idade da UFMT é um projeto de extensão do Departamento de Artes da UFMT em parceria com Núcleo Coral UFMT e o Programa Longevidade Saudável da Faculdade de Educação Física. Teve início em abril de 2013 e conta, atualmente, com aproximadamente 70 coralistas, em sua maioria, acima de 60 anos.

Em seus cinco anos de atividades oferece aos seus cantores um trabalho artístico cultural de qualidade, permitindo uma rica experiência musical, a preparação vocal por meio do canto e o aprendizado de repertório variado, culminando entre outros benefícios, na preservação da saúde vocal da pessoa idosa.

Neste ano, além da clara perspectiva de interação entre ensino, pesquisa e extensão neste projeto, uma vez que as acadêmicas envolvidas aplicam seu conhecimento teórico e desenvolvem pesquisas científicas em torno da área músico-social, o grupo contou com a incorporação de um número maciço de idosos, além da inserção de vozes masculinas, até então inexistentes no coral.

Com um grande grupo em mãos, nesta atual configuração, o projeto ganhou novo impulso que impactou sua estrutura de planejamento, propiciando a busca de um repertório compatível e mais elaborado, formas de gerir relações interpessoais, novos estudos e pesquisas para solucionar desafios circunstanciais como o nivelamento da qualidade sonora do coro, repensando outras possibilidades de ensaio culminando num processo de redefinição do perfil do regente e a comunicação deste com o coral.

Advindo deste processo desafiador, 2017 foi dedicado à concepção e produção do concerto Canções e Serestas. O tema direcionou e conduziu todo o processo para uma escolhade repertório de serestas e canções da MPB. Também foram feitas adaptações e elaborações de arranjos musicais a duas e a três vozes, arranjos instrumentais, bem como novas abordagens e estratégias de ensaios. Esta grande produção não se ateve ao espetáculo em si, começou muito antes desde a escolha do tema e desenvolveu-se por caminhos que envolveram a organização e avaliação de todo material gráfico, a escolha das roupas de acordo com a proposta do concerto, a colocação das coralistas no palco e a confecção de um release básico para que fosse feita a divulgação.

O espetáculo realizou-se no dia 21 de setembro de 2017 e contou com a criação de um poema escrito por Lucinda Persona, no qual ela descreve a cuiabania vinculada às músicas do repertório e aos locais de moradia dos coralistas, além  da participação da cantora Vera Capilé.


Palavras-chave


idoso; canto; trajetória; produção; concerto

É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.