Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, VIII Mostra de Extensão

Tamanho da fonte: 
LITERATURA INFANTIL: LIVRO DE IMAGENS PARA PEQUENOS LEITORES.
Izabel Cristina de Souza Almeida Taborda

Última alteração: 27-09-17

Resumo


Objetiva-se com este trabalho, realizar reflexões sobre Letramento Literário na educação infantil. Para muitas crianças um livro infantil pode ser uma companhia tão confortante como um ursinho de pelúcia ou um brinquedo. Contudo, a presença dos livros infantis  junto à caixa de brinquedos pode ser para alguns educadores algo inconcebível, mesmo porque os livros geralmente são caros e os pequenos “leitores” não costumam ser gentis com seus brinquedos ou pertences. Pode-se afirmar que existe uma grande variedade de textos literários disponíveis para os pequenos leitores que vão desde livros para bebês até livros em capítulos que deleitam crianças maiores, que já são leitores independentes. Neste trabalho, procurou-se escolher livros de imagens para a leitura com crianças pequenas, de 6 anos de idade para leitura e apreciação, em uma classe de 1º ano do ensino fundamental,  com 25 alunos de uma escola municipal de Cuiabá. Foi realizado planejamento antecipado das ações, aplicação de atividades envolvendo texto literário com imagens e consequentemente relatório descrevendo e analisando a experiência vivenciada. Pode-se perceber que o acesso aos livros é indiscutivelmente algo enriquecedor às crianças, em todo estágio de seu desenvolvimento. Saber o que disponibilizar as crianças pode fazer toda a diferença na construção do habito da leitura, que é algo tão almejado por todos os educadores. Ao escolher um livro infantil, principalmente o de imagens, deve-se levar em conta qual a finalidade de utilização do livro. Compete ao educador escolher com precisão o livro que irá utilizar na hora da leitura que difere do livro que pode e deve ser encontrado junto aos brinquedos (livros de banho, livros com fantoche, livros com cd, pop-ups entre outros) que deve estar disponível e cuja finalidade é gerar familiaridade. A escolha do livro para a hora da leitura deve ser pensada, analisada e sua leitura deve ser planejada, de preferência, com hora e lugar específico. O educador pode guiar sua escolha, inicialmente, pelo estagio de desenvolvimento cognitivo do leitor (ouvinte); sem, contudo, restringir-se a ele. Crianças na idade pré-escolar são, na maioria das vezes, capazes de compreender livros que descrevem além de suas vivências familiares e as de seis anos já demonstram serem capazes de pensar a história e chegar a suas próprias conclusões sobre conceitos abstratos. O principal critério para a escolha, certamente, deve ser a qualidade e as características do livro no seu formato e conteúdo.

É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.