Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, VIII Mostra de Extensão

Tamanho da fonte: 
Santos-Dumont: Apenas o pai da aviação?
Mariana de Oliveira Neves, Hiagor Bruno Ferreira, Stela Oliveira e Souza, Sandra Jung de Mattos, Ana Paula Campos Ferreira

Última alteração: 27-09-17

Resumo


Alberto Santos Dumont é lembrado no Brasil e no mundo como pioneiro na aviação brasileira, entretanto ele foi muito mais do que isso. Em sua época já possuía atributos hoje muito valorizados, tais como: o saber científico, inovação e empreendedorismo. Entre seus feitos na aviação estão o aperfeiçoamento dos balões de ar quente, a revolução na dirigibilidade dos dirigíveis e invenção a dos aeroplanos, que resultou em sua fama mundial. Dumont não se restringiu apenas às invenções aeronáuticas, desenvolveu outros equipamentos e tecnologias como o “Conversor Marciano” e o “Lançador de Boias”, ambos projetados com o intuito de ajudar as pessoas que os utilizavam, porém nenhum desses inventos foi construído em grande escala e alcançou a popularidade desejada. Sob influência de Júlio Verne, seu autor favorito, Santos-Dumont além de inventor e empreendedor, tornou-se escritor. Alguns de seus livros mais famosos e já publicados são “O que eu vi, o que nós veremos” e “My Airships: The Story Of My Life” (Minhas Aeronaves: A História Da Minha Vida) e “O Homem Mecânico” no qual Dumont problematiza a questão da invenção do avião e a polêmica envolvendo os irmãos Wright e seu nome. Em sua vida social Alberto ditava moda, o uso do chapéu de abas caídas e o bigode, suas mais famosas características, ficaram ainda mais populares em sua época, assim como o uso do relógio de pulso, feito sob encomenda de Dumont pelo seu amigo e célebre relojoeiro francês, Cartier. O brasileiro alcançou tanta popularidade na França que um pão, com o formato parecido com o de seus dirigíveis, foi batizado em sua homenagem o “Santó”. A metodologia do trabalho consistiu no processo de observação do acervo disponível na exposição “Santos-Dumont na Coleção Brasiliana do Itaú” na interação com a curadora e no diálogo com o público. A parceria com a Pró Reitoria de Cultura Extensão e Vivência da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), junto a exposição, possibilitou aos mediadores autores deste trabalho a amplitude de um olhar sobre Santos-Dumont diferente daquele que aprendemos durante nossa vida escolar.

 


Palavras-chave


Santos-Dumont; Invenções; Aviação; Exposição; Coleção Brasiliana.

É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.