Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, IV Semana Acadêmica de Sinop

Tamanho da fonte: 
MATEMÁTICA FINANCEIRA – JUROS SIMPLES E COMPOSTO UMA PROPOSTA DE SEQUÊNCIA DIDÁTICA
Gabriela Herber dos Santos

Última alteração: 18-10-17

Resumo


SANTOS, G.H.

gabriela.herber@hotmail.com

 

Resumo

 

A Matemática financeira é usada diariamente, mas muitas pessoas não percebem isso. Toda vez que se fala em dinheiro, se fala em taxa de juros e desconto, e isso, nada mais é do que o exercício da Matemática financeira, estudos demonstram que dentre as faixas etárias com os maiores índices de endividamento estão os jovens, isto se deve muito provavelmente pelo condicionamento dessa geração a geração consumo, e nem sempre consumo consciente. Tendo isso em vista este trabalho objetivou ensinar aos alunos de nono ano da escola Olímpio João Pissinati Guerra no município de Sinop onde faço parte do PIBID (Programa Institucional de Iniciação a Docência) da Universidade Federal do Mato Grosso, princípios básicos de matemática financeira e sua aplicabilidade em seu dia a dia.  Para desenvolvimento deste trabalho foi realizada uma pesquisa em livros didáticos, sites e publicações que abordassem os temas sobre juros simples, composto e sequência didática, baseado nas teorias e propostas pedagógicas sugeridas pelos autores, dentre eles DANTE (2002) serão desenvolvidas atividades teórico e práticas com os estudantes. Espera – se com esse trabalho, inserir a matemática financeira no cotidiano dos estudantes, possibilitando assim que os mesmos tenham uma noção do que é a educação financeira, podendo desta forma administrar melhor seu dinheiro, evitando futuros endividados.


Palavras-Chave: Matemática Financeira, PIBID, Juros simples e composto.

Referências


Santos (2000)

DANTE, LUIZ ROBERTO. Tudo é Matemática/ Luiz Roberto Dante. São Paulo : Atica, 2002. Obra em 4V. Primeira Ed. p.230 a 239.

KOBASHIGAWA, A.H.; ATHAYDE, B.A.C.; MATOS, K.F. de OLIVEIRA; CAMELO, M.H.; FALCONI, S. Estação ciência: formação de educadores para o ensino de ciências nas séries iniciais do ensino fundamental. In: IV Seminário Nacional ABC na Educação Científica. São Paulo, 2008. p. 212-217.