Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, VIII Semana de Psicologia da UFMT

Tamanho da fonte: 
ESTAGIO BÁSICO EM PSICOLOGIA ESCOLAR: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA
Thalia Paula Marostica, Evanilda Custodio da Silva

Última alteração: 17-06-19

Resumo


A Psicologia Escolar diz respeito a uma área de atuação profissional que possui como lócus de ação o processo de escolarização. É importante ressaltar que a percepção que o jovem tem da escola influencia diretamente as expectativas quanto ao futuro, ou seja, a relação escola/percepção de futuro são aspectos que andam lado e lado. O presente trabalho refere-se a um relato de experiência vivenciado pela disciplina de Estagio Básico II, na Escola Estadual Dr. Leonidas Antero de Matos, com supervisão pela profº Evanilda Custódio, no curso de graduação em Psicologia da Universidade de Cuiabá. O estágio básico visa a implementação do desempenho profissional do aluno por meio de experiência e vivência das práticas educativas em campo, proporcionando ao acadêmico uma aproximação à realidade no qual atuará, assimilando competências da psicologia no contexto escolar. O processo ocorreu por meio da observação, diagnostico e intervenção. Foram levantados dados através de observações e entrevistas, para compreender o funcionamento de uma turma do 9º ano e da escola em coletivo, assim como a percepção dos alunos e professores em relação ao ambiente. O tema perspectiva de futuro se mostrou necessário a ser trabalhado na turma, visto que, por entrevista informal, a maioria dos alunos não possuíam metas reais do que pretendem fazer, e muitas vezes não acreditavam que tinham habilidades para almejar o que queriam. A motivação em relação ao contexto do jovem é um dos requisitos essenciais para uma caminhada efetiva, professores podem contribuir de maneira eficaz no sentido de auxiliar formação de planos reais, a família deve ser um apoio nas decisões, e principalmente, o aluno deve ter através de si próprio, a motivação e vontade de ter um futuro promissor, desde o início de sua caminhada. A vista disso foi executado um projeto de intervenção que se apresentou com o objetivo de promover maior reflexão sobre a perspectiva de futuro dos alunos, para que eles pudessem valorizar não apenas o futuro, mas também os meios que se precisa caminhar para conseguir
alcançá-lo, assim como proporcionar a eles o entendimento da importância do papel do professor durante a vida. Foram utilizados como métodos dinâmicas de grupo e rodas de conversa. As estagiárias trabalharam temas como perspectiva de futuro, autoestima, autoconfiança, relacionamento interpessoal, respeito ao próximo e disciplina. Os encontros ocorreram semanalmente, de maneira produtiva, e os alunos participaram ativamente das dinâmicas, expondo suas opiniões e compartilhando experiências pessoais de suas vidas que poderiam estar influenciando na maneira como se enxergavam diante o futuro. As estagiárias criaram um vínculo de confiança com a turma, onde eles sentiam que poderiam falar sobre qualquer assunto, seja algo rotineiro do dia a dia, até algo mais complexo que poderia estar incomodando-os. As estagiárias puderam compreender o funcionamento da escola, assim como a percepção dos alunos sobre a relação professor/aluno, e o como isso influencia grandemente no desenvolvimento da matéria em sala de aula. Os resultados mostraram-se eficazes visto que houve um retorno positivo da parte dos participantes, podendo ser observado através da avaliação dos mesmos em relação ao projeto, assim como se tornou evidente no comportamento dos próprios alunos, melhor relação entre a turma e com o professor em sala. A experiência do estágio foi de grande relevância, as estagiárias foram bem acolhidas pelos alunos e pela equipe do campo de estágio, finalizando a etapa com feedbacks positivos por parte dos participantes, que agradeceram a oportunidade e gostariam que os encontros continuassem por mais tempo. O Estágio Básico II no contexto educacional trouxe uma rica experiência em aprendizado e realizações pessoais e profissionais para as acadêmicas, assim como proporcionou nova visão acerca da importância do psicólogo no contexto escolar.

Palavras chaves: psicologia escolar; estagio básico; relato de experiência; perspectiva de futuro

 

Referências bibliográficas:

LOPES, S. R.; GESSER, M.; & OLTRAMARI, L. C. Estratégias de intervenção em psicologia escolar a partir de uma perspectiva psicossocial: relato de experiência. Pesquisas e Práticas Psicossociais, 9(1). São João del-Rei, 2014.

ALVES, C.F.; ZAPPER, J. G.; PATIAS, N. D; DELL’AGLIO, D. D. Estudos sobre a educação. V 26, n 1, São Paulo, 2015.

BARBOSA, A.; CAMPOS, R.; VALETIM, T. A diversidade em sala de aula e a relação professor-aluno. Estudos de Psicologia, v. 28, n. 4, p. 453461, 2011.