Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, I Congresso Nacional para Salvaguarda do Patrimônio Cultural ​

Tamanho da fonte: 
ARTE URBANA E POLÍTICA COMO INTERVENÇÃO FORTE: O RESTAURO DE UM TRÍPTICO MURAL
Aldemar Norek, Rubens Andrade

Prédio: Instituto Nacional de Pesquisas do Pantanal
Sala: Apresentação Artigos 02
Data: 05-10-2017 10:50  – 11:10
Última alteração: 18-09-17

Resumo


O presente trabalho busca situar a poiesis dos três murais produzidos por Raimundo Rodrigues e Júlio Sekiguchi; amparados em releituras da tradição, colagens, recriações, desenvolvem uma crítica ora contundente, ora sutil da vida urbana, criando no espectador deslocamentos induzidos que reforçam os aspectos subliminares com que tais intenções são alcançadas. A discussão também se debruçar sobre o processo de pesquisa histórica e de restauro das obras murais da Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro, que merecem especial atenção por suas implicações artísticas e políticas na cena cultural local.  A primeira parte do trabalho, de viés teórico, tem por objetivo situar a obra dos artistas no contexto contemporâneo, e fundamentar a relevância do trabalho de restauro necessário às obras. A segunda parte descreve, os trabalhos de restauro empreendido no âmbito de uma parceria entre a PGE-RJ e o Grupo de Pesquisas Paisagens Híbridas da Escola de Belas Artes da UFRJ. Deste modo, por suas duas abordagens complementares, o presente trabalho oferece algumas reflexões sobre proteção, conservação, restauração, preservação, reabilitação, revitalização de murais urbanos, portadores que são de referências simbólicas relativas à identidade, e à memória da sociedade carioca, em particular, e da brasileira, de um modo mais amplo.