Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, I Congresso Nacional para Salvaguarda do Patrimônio Cultural ​

Tamanho da fonte: 
MEMÓRIA E IDENTIDADE: A IMPORTÂNCIA DA PESQUISA DOCUMENTAL E DO CRUZAMENTO DE FONTESNA CONSTITUIÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL.
Ana Carolina Gleria Lima, Maria Ângela Pereira de Castro e Silva Bortolucci

Prédio: Instituto Nacional de Pesquisas do Pantanal
Sala: Apresentação Artigos 01
Data: 05-10-2017 02:20  – 02:40
Última alteração: 18-09-17

Resumo


Discute os conceitos de memória e identidade, analisando como a pesquisa documental, e o cruzamento de fontes, podem fortalecer o patrimônio cultural. Usa como base a experiência prática de levantamento para a tese de doutorado, em desenvolvimento no Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo - IAU /USP, intitulada Estudo da arquitetura residencial através do acervo de Obras Particulares em Ribeirão Preto, iniciada em 2016, fundamentada em pesquisa documental primária no Arquivo Público e Histórico de Ribeirão Preto (APHRP). Remete ao início da inquietação teórica a respeito do tema o período de participação no Inventário Nacional de Referências Culturais, realizado em Ribeirão Preto - e interrompido por uma questão política - no qual foi possível identificar a ausência do sentimento de pertencimento da população local e a lacuna historiográfica existente na cidade. Aponta, ainda, a importância do cruzamento de fontes para a constituição da memória e da identidade.