Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, I Congresso Nacional para Salvaguarda do Patrimônio Cultural ​

Tamanho da fonte: 
MEMÓRIA E CONSERVAÇÃO DE EDIFÍCIOS ESCOLARES EM TERESINA: ANÁLISE DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO E DA UNIDADE ESCOLAR PAULO FERRAZ
Wanderson Nascimento Barbosa, Juliana Martins de Oliveira, Ana Lúcia Ribeiro Camillo da Silveira

Prédio: Instituto Nacional de Pesquisas do Pantanal
Sala: Apresentação Artigos 03
Data: 06-10-2017 03:00  – 03:20
Última alteração: 18-09-17

Resumo


O presente artigo trata-se de uma pesquisa sobre edificações modernas escolares, construídas nas décadas de 1960 e 1970 na cidade de Teresina, capital do Piauí, tendo como objetivo destacar a importância da preservação do patrimônio cultural do estado, tendo como objeto de estudo a Unidade Escolar Paulo Ferraz (1966) e o Instituto de Educação Antonino Freire (1973), além de inserir o Modernismo nos debates sobre salvaguarda, uma vez que tais projetos se encontram em situação precária, devido à falta de políticas de conservação. Assim, para a elaboração deste trabalho utilizou-se como base produções bibliográficas, levantamentos e estudos de caso sobre os edifícios, tomando como orientação a história da Arquitetura Moderna, com o propósito de salientar para a proteção dessas obras como patrimônio histórico e memória da sociedade. Diante disso, a finalidade deste estudo é contribuir para identificar o legado do Modernismo piauiense, registrando suas particularidades, a fim de incentivar o reconhecimento e a apropriação dessas instituições como bens do Estado e proporcionar essa memória para as gerações futuras como referência social e cultural.