Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, 4º Encontro em Engenharia de Edificações e Ambiental

Tamanho da fonte: 
TELHAS DE CONCRETO LEVE COM SUBSTITUIÇÃO PARCIAL E GRADUAL DO AGREGADO MIÚDO POR EPS
Hyago Maurício Bremm Muller, Karen Wrobel Straub, Aksou Victor Kestring Vera, Carlos Diogo de Moura

Última alteração: 07-11-16

Resumo


A geração de resíduos é um dos grandes problemas ambientais existente, grande parte desse material é descartado sem qualquer controle, causando problemas como inundações, poluição de mananciais e ocupação dos lixões. Segundo ABRAPEX (2016) no Brasil cerca de 35% de todo lixo produzido pode ser reciclável ou reutilizável, sendo que 33% desse material é originário da construção civil. Um dos materiais descartados abundantemente por esta e outras indústrias, com grande potencial de reciclagem é o Poliestireno Expandido (EPS). O EPS é um material 100% reciclável e apresenta excelentes características como de isolamento térmico e acústico, leveza, baixo custo, resistência mecânica e absorção a choques. Na construção civil, pode ser utilizado para o enchimento de lajes, formas para concreto, blocos vazados, painéis autoportantes e divisórios, forros isolantes, drenagem e concreto leve. Esta pesquisa pretende verificar a viabilidade da utilização do resíduo de EPS como agregado miúdo, componente do concreto leve para a fabricação de telhas, e assim propor a redução no gasto com material para produção deste artefato, bem como melhorar suas características físicas, principalmente relacionadas a redução de seu peso. Por consequência, proporcionar a diminuição das cargas referentes ao peso próprio permanente não estrutural das coberturas e à redução no gasto com estruturas para sustentação das telhas, assim como redução das cargas nos demais elementos estruturais das edificações. Em um estudo preliminar, verificou-se que telhas de concreto produzidas com substituição de 25% de agregado por EPS apresentaram redução de 14% de massa, se comparada a telha de concreto convencional.


Palavras-chave


Tecnologia de Materiais

Texto completo: PDF