Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, 4º Encontro em Engenharia de Edificações e Ambiental

Tamanho da fonte: 
EMPREGO DE MADEIRAS EM ESTRUTURAS TRELIÇADAS PARA COBERTURA (TIPO “HOWE” - 8 A 18 METROS
DANIELLE FÁTIMA PALUDO

Última alteração: 12-11-16

Resumo


A madeira é um material amplamente utilizado para diversos fins, sobretudo no ramo da construção civil. Vários são os fatores a que isso se deve, entre eles, a versatilidade e a disponibilidade abundante do material. No entanto, o uso intensivo de algumas espécies pode vir a causar escassez. A falta de informação sobre o comportamento da madeira quando exposta às mais diversas condições, bem como projetos não amparados por preceitos normativos, podem implicar no seu uso indevido, comprometendo a segurança da estrutura. Nesse contexto, propôs-se a elaboração de projetos de estruturas de coberturas com as seguintes características: edificações treliçadas tipo “Howe” (inclinação de 10º - telha de fibrocimento); vão livre de 8, 10, 12, 14, 16 e 18 metros (proporção geométrica, em planta, entorno de 1:3); tipologia das aberturas laterais da edificação - relações 1:1, 2:1, 6:1 e aberto (cobertura sobre apoios de dimensões reduzidas); tratamento preservativo. Com isso, determinou-se a razão entre o volume de madeira (m³) e a área construída (em planta) para madeiras da classe C20 e C30, seguindo as prescrições da ABNT NBR 7190:1997. Mediante a análise dos resultados, constatou-se que é possível utilizar madeiras não convencionais aplicadas em estruturas treliçadas triangular em grandes vãos, obedecendo uma concepção bem elaborada de projeto, uma vez que uma escolha intuitiva pode contribuir de maneira significativa a viabilidade da mesma.

Palavras-chave


Madeira;Telhado de fibrocimento; Estruturas de cobertura

Texto completo: PDF