Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, IX Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
ACESSIBILIDADE URBANA NA CIDADE DE CUIABÁ-MT: PRODUÇÃO ESPACIAL E TURÍSTICA PARA AS PESSOAS COM DEFICIÊNCIAS FÍSICAS – PCDF’S
adriana maria rodrigues, cornélio silvano vilarinho neto

Última alteração: 28-09-17

Resumo


Neste trabalho pretende-se mostrar a evolução da dissertação que busca a importância de avanços nas condições de acesso para as pessoas com deficiências físicas, na inclusão social e, aos que de alguma maneira necessitam de ambientes adaptados para maior possibilidade de locomoção no perímetro urbano na cidade de Cuiabá – MT em suas atividades cotidianas e de lazer. O recorte temporal foi estabelecido desde o surgimento da cidade de Cuiabá até a atualidade, em uma escala local, partindo do centro urbano da cidade de Cuiabá, onde se localiza o centro antigo, cultural e pontos turísticos, que foi analisado e investigado, para verificar a real produção espacial que a sociedade reproduziu, da acessibilidade para as pessoas com deficiências físicas, que sentem as dificuldades ao se locomover na cidade, onde é visível essa discrepância e desníveis nos locais públicos e privados na área urbana da cidade de Cuiabá. A metodologia foi dividida em duas partes, primeiro momento está baseado nas pesquisas bibliográficas e no segundo momento na pesquisa de campo que foi estruturada em 3 capítulos, além da Introdução, Considerações Finais e Referências Bibliográficas. Com os resultados parciais até o momento pode-se perceber através das entrevistas, observação em campo que a quase inexistência da acessibilidade, mobilidade urbana nos locais públicos e privados demonstram a dificuldade das pessoas com deficiências físicas em se deslocar na cidade de Cuiabá e o descaso dos responsáveis pela articulação, planejamento e desenvolvimento da mobilidade urbana. Nas considerações parciais sugere-se um novo olhar na construção da cidade de Cuiabá por meio de um plano de intervenção municipal de acessibilidade urbana que de fato alcance resultados positivos com equiparação para que as pessoas com deficiências ou com mobilidade reduzida, que contemple todos os munícipes, com locais acessíveis, mobilidade urbana com transporte coletivo de qualidade e possivelmente o turismo que poderá ser disfrutado por todos sem distinção.

 

Palavras-chave: Acessibilidade; Turismo; Pessoas com Deficiências Físicas.