Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, IX Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Nessecidades hídricas de Dipteryx alata na fase de muda sob diferentes níveis de radiação solar
DANIELA ROBERTA BORELLA, ADILSON PACHECO DE SOUZA

Última alteração: 22-09-17

Resumo


A cobrança pelo uso racional da água, leva à necessidade de mais estudos sobre as interações do sistema solo-planta-atmosfera. Conhecer os requerimentos hídricos de mudas florestais permitem o planejamento e manejo adequados do uso da água na irrigação de mudas nos viveiros florestais. Neste contexto, o objetivo do trabalho foi determinar a evapotranspiração máxima da cultura (ETc) e o coeficiente de cultivo (Kc) de mudas de Dipteryx alata (baru) sob diferentes níveis de radiação solar. O experimento foi desenvolvido no setor de Produção Vegetal da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus de Sinop-MT (11° 51' 50" S; 55° 29' 08" W, 384 m) pelo período de 85 dias (04/06 a 25/08/17). O delineamento experimental adotado foi blocos casualizados (quatro), sendo dividido em duas análises fatoriais 5 x 1 (quantitativa) e 6 x 1 (qualitativa), compostas por cinco níveis de sombreamento (0% - pleno sol; 35; 50; 65 e 80% de atenuação da radiação global) e seis níveis de sombreamento com telas coloridas (pleno sol; preto 50%; aluminet 50%; chromatinet vermelho 50% e azul 50%; frontinet verde 50%). A evapotranspiração de referência (ETo) foi obtida pelo método de Penman-Monteith FAO-56 e a ETc pela reposição diária da água evapotranspirada em lisimetros de lençol freático constante contendo 9 mudas em tubetes de 820 cm³. Esse sistema constitui-se de duas bandejas de prolipopileno (16.500 e 4.000 cm³), conectadas entre si por um tubo de policloreto de vinila com diâmetro 12,5 mm. A bandeja maior abrigava as mudas, enquanto que a menor era o reservatório de água, na qual realizava-se a leitura diária da ETc por diferença de nível. Os valores de Kc foram obtidos pela razão entre ETc e ETo. As médias dos tratamentos foram compradas por análise de variância pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade. Os valores de ETc e de Kc das mudas de D. alata apresentaram diferenças significativas entre as telas de sombreamento entre junho e agosto. Houve um decréscimo na ETc e no Kc, decorrentes de alterações no balanço de radiação, temperatura e umidade relativa do ar. A ETc acumulada diminui à medida que aumenta o nível de sombreamento, variando de 441,51 a 297,1 mm nas condições de pleno sol e sombreamento com tela preta a 80%. Nas telas coloridas, observa-se valores mais baixos (297,49 mm no aluminete; 296,10 mm no vermelho; 289,24 mm no azul e 319,98 mm no verde).