Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, IX Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Estudo do comportamento das precipitações nas bacias do Pantanal Mato-grossense utilizando redes complexas
Gerson Kazuyoshi Kida, Josiel Maimome Figueiredo

Última alteração: 22-09-17

Resumo


O Pantanal Mato-grossense é uma planície sedimentar considerado a maior planície inundável do mundo, com mais de 110.000 Km2. O clima da região é caracterizado por uma estação seca e fria entre maio e setembro e chuvosa e quente entre outubro e abril. A precipitação varia durante o ano, com picos máximos em janeiro e mínimos em julho, definindo uma dinâmica de inundações periódicas. Estudar esse comportamento espacial, temporal e sazonal da precipitação pluviométrica no bioma Pantanal é de relevante importância na avaliação das diferentes situações sociais e naturais no desenvolvimento da economia da região e a pluviosidade é um componente fundamental no entendimento dos alagamentos que ocorrem na localidade. O presente trabalho tem como objetivo apresentar um estudo do compartamento das precipitações utilizando técnicas de redes complexas e uma medida de correlação não-linear chamado sincronização de eventos (SE), utilizando dados de precipitação de 1988 a 2013 do satélite Tropical Rainfall Measurement Mission (TRMM). A rede complexa será composta com 2597 nós, em uma malha de 53x49 pontos, e as arestas serão obtidas utilizando a correlação não-linear SE para eventos extremos de precipitação, em cada nó, de 95% e 90%. Utilizando aplicativo, de visualização e análise de redes complexas, para o cálculo das métricas das redes complexas é possível analisar o comportamento das precipitações na região em estudo e sua influência nas bacias que compõem o Pantanal.