Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, IX Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Mudanças e intensificação no uso agropecuário nas bacias hidrográficas dos rios Cuiabá e São Lourenço e seus determinantes macroeconômicos.
Karen Francielli Alves Pereira Sallo

Última alteração: 28-09-17

Resumo


Com o aumento nas produções de commodities é esperado que tal fato exerça mais pressão sobre os aspectos ambientais nas bacias, isso acaba exigindo mais recursos naturais (solo, água e ar). As atividades socioeconômicas de uma região impactam diretamente na dinâmica natural de uma bacia hidrográfica, falta, porém, um entendimento mais detalhado (em termos de culturas, etc.), sobre as mudanças que ocorreram nos últimos anos nas atividades agropecuárias nas bacias hidrográficas dos rios Cuiabá e São Lourenço (BHCSL). Acredita-se que um forte determinante para essas mudanças foi devido aos fatores macroeconômicos, nacionais e internacionais. A presente proposta de estudo supõe que através desse entendimento será possível visualizar como isso afeta o meio ambiente local e regional, e quais os impactos à população local. O objetivo principal do projeto é analisar quais são os fatores macroeconômicos que contribuíram para as mudanças e intensificação do uso e ocupação do solo na composição das principais atividades agropecuárias nas BHCSL entre os anos de 2000 e 2015. A princípio os estudos estão se baseando em dados secundários de fontes oficiais referentes a quantidade de produção e área de plantio das culturas de algodão, cana-de-açúcar, milho, soja e também a produção animal (bois, aves e suínos), a escolha dos mesmos foi resultado do entendimento de que essas culturas estão hoje entre as principais commodities produzidas no Brasil e no estado de Mato Grosso em larga escala, e assim partindo do pressuposto que o aumento da produção gera mais impactos ambientais.  Com o aumento da produção é esperado que tal fato exerça mais pressão sobre os aspectos ambientais nas bacias. Para minimizar esses impactos gerados  e  conciliar desenvolvimento  econômico,  social  e  ambiental,  a  adoção  das bacias hidrográficas como unidade de planejamento pode ser uma solução para mitigar o impacto ambiental detectado.

PALAVRAS-CHAVE: Bacia Hidrográfica, produção agropecuária, uso e ocupação da terra.