Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, IX Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Estudo comparativo do impacto ambiental entre o uso da energia fotovoltaica e hidrelétrica em edificação residencial
Leonardo Affonso Ramos

Última alteração: 16-02-18

Resumo


A sustentabilidade é uma tendência crescente do século atual visto à necessidade humana de explorar recursos naturais em prol do desenvolvimento. É um consentimento global que o desenvolvimento tecnológico de uma nação pode ser mensurado através do consumo de energia em suas diferentes formas. Um dos meios de quantificar a energia incorporada em determinado processo é através do ciclo de vida. A energia incorporada de um material, ou Emergia, pode ser definida como o total de energia consumida, no que tange a liberação de carbono, durante o seu ciclo de vida. Tal processo inclui a extração e processamento das matérias-primas, manufatura, transporte, energia envolvida nos equipamentos utilizados, aquecimento e iluminação, manutenção, descarte e, em alguns casos, a reciclagem. O objetivo desse trabalho é analisar o impacto ambiental advindo da adoção da matriz fotovoltaica comparativamente à hidrelétrica, aplicado ao consumo de eletricidade de uma edificação residencial. Para uma tipologia de habitação de interesse social será quantificado o perfil de consumo de eletricidade juntamente com a emissão de carbono, incluindo a energia incorporada no processo de produção de eletricidade. Os resultados esperados envolvem a análise entre a diferença do impacto ambiental causado pelo consumo de eletricidade proveniente de uma hidrelétrica em confronto com a geração fotovoltaica.