Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
ELABORAÇÃO E APLICAÇÃO DE ÍNDICE PARA AVALIAÇÃO DE MANANCIAL PARA CAPTAÇÃO DE ÁGUA DE ABASTECIMENTO
Nayra Nalessa de Campos Monteiro, Aldecy de Almeida Santos

Última alteração: 07-10-19

Resumo


A escolha do manancial em um projeto de sistema de abastecimento de água é uma decisão de extrema responsabilidade e importância, no qual são envolvidos diversos critérios quantitativos, qualitativos, econômicos e entre outros. Em 2016 foi declarada situação de emergência em Tangará da Serra – MT provocada por estiagem, no qual comprometeu o abastecimento de água para o consumo humano e para a dessedentação animal.  Considerando que a água é um fator limitante e fundamental no planejamento e desenvolvimento urbano e um direito assegurado às atuais e futuras gerações, este trabalho se justifica na necessidade de avaliar dois mananciais quanto a capacidade de captação de água para abastecimento público, já que é de interesse da prefeitura um novo projeto de captação. Neste contexto, o objetivo desta pesquisa será analisar o cenário atual de mananciais superficiais por meio da aplicação de índice de avaliação de modo a subsidiar a tomada de decisão referente a captação de água para abastecimento da cidade de Tangará da Serra. A metodologia consiste na seleção de indicadores com posterior validação pelo método Delphi, seguida da elaboração e aplicação de um índice de avaliação no rio Queima Pé e Sepotuba. Paralelamente, será realizada a estruturação da caracterização da área e de possíveis impactos existentes em um modelo causa-efeito denominado Pressão-Estado-Resposta. Assim, espera-se com a aplicação do índice e a estruturação da matriz causa-efeito obter um panorama da situação atual do rio Queima Pé e o Sepotuba de modo a dar apoio à tomada de decisão na seleção de manancial para captação de água no município.


Palavras-chave


Gestão de Recursos Hídricos, Método Delphi, PER, Seleção de Mananciais.