Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
Estudo sobre a relação entre exposição ao mercúrio e inteligência em crianças e adolescentes: um projeto de mestrado do PPGpsi UFMT
César Tulio Argumedos De la Ossa, Rauni Jandé Roama Alves, Andrés Fernando Ramírez Giraldo, José Luis Marrugo Negrete

Última alteração: 11-10-19

Resumo


O mercúrio (Hg) é um composto químico pertencente ao grupo dos metais pesados e a sua utilização tem sido útil nos setores industrial e econômico, sendo um material principal para o desenvolvimento de certas atividades de produção, tais como: 1 - fabricação de termômetros, lâmpadas e diferentes aparelhos científicos; 2 - material de apoio para o revestimento de amálgamas dentárias; 3 - método de separação e extração de ouro em minas. Paralelamente à utilidade derivada do seu uso, a má manipulação de Hg pode terminar com a contaminação do ambiente e influenciar no desequilíbrio do ecossistema como resultado dessas atividades antropogênicas, o que implica num potencial aumento para o desenvolvimento de fatores de risco a todos os organismos vivos que podem nele viver. Nos últimos anos, a Organização Mundial de Saúde (OMS), em conjunto com uma série de estudos empíricos, constatou que a exposição ao Hg (E-Hg) é um problema que está afetando a saúde da população em geral e é externalizado através de alterações associadas a diferentes sistemas corporais, principalmente no Sistema Nervoso Central (Neurotoxicidade). Em 2017, a OMS relatou que as crianças e adolescentes são uma das populações mais vulneráveis ao E-Hg, isto por que é nesta fase que ocorrem importantes processos de desenvolvimento de habilidades cognitivas, como a inteligência. Por esta razão, os interesses deste trabalho são de investigar a relação entre E-Hg e a inteligência (Quociente Intelectual; QI), a fim de descobrir e compreender os possíveis efeitos e influências de variáveis independentes e dependentes dentro do contexto estudado. Do mesmo modo, pretendemos comparar e discutir nossos resultados com as evidências empíricas relatadas pela literatura científica nacional e internacional. Para o estudo das associações entre as variáveis, serão consideradas as seguintes medidas: 1 - O nível de exposição ao Hg, que será avaliado através de 3 biomarcadores: sangue (S), cabelo (C) e urina (O); 2 - A inteligência, medida por meio da Wechsler Intelligence Scale For Children (WISC IV). A amostra será constituída por 2 grupos: controle (GC) e experimental (GE). O GC será composto por sujeitos com níveis de E-Hg inferiores aos valores de referência; o GE será constituído por sujeitos com níveis de exposição superiores ao valor de referência em S, C e/ou U. Os resultados serão analisados através de estatísticas paramétricas e não paramétricas, dimensão do efeito, potência estatística, modelo de correlação e regressão linear

Palavras-chave


exposição ao mercúrio, inteligência, infanto-juvenil