Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, XI Mostra da Pós-Graduação

Tamanho da fonte: 
A DIMENSÃO EDUCATIVA DOS INTELECTUAIS NA ORGANIZAÇÃO DA CULTURA E A QUESTÃO DA DISPUTA DO PODER LOCAL EM MATO GROSSO A PARTIR DA REDEMOCRATIZAÇÃO
Thiago Oliveira Rodrigues, Bruna Andrade Irineu

Última alteração: 07-10-19

Resumo


O eixo de análise proposto parte do estudo sobre o papel educativo dos intelectuais orgânicos da classe trabalhadora e aprofunda questões referentes aos desdobramentos do processo da disputa política por um Estado Ampliado, bem como o papel educativo desses intelectuais na condução das massas populares e como essa inserção contribui ou não para a organização de grupos populares que visam a disputa por um Estado Ampliado. Busca também discorrer acerca do papel dos intelectuais orgânicos inseridos nos no período pós-autocracia burguesa no Brasil, bem como refletir como eles vêm desempenhando formas coletivas de organização e também o seu papel educativo no conjunto da sociedade civil para a construção de uma hegemonia dos trabalhadores em relação ao Estado, processo esse definido por Gramsci de Estado Ampliado. Desse modo, delimitamos para a pesquisa que os sujeitos (os intelectuais orgânicos) serão os dirigentes sindicais do sindicato dos bancários de Mato Grosso em Cuiabá - MT, do Sindicato dos trabalhadores da educação pública nos municípios de: Cuiabá, Barra do Garças, Rondonópolis, Cáceres, Juína e Várzea Grande, do Sindicato de trabalhadores rurais das cidades, da Associação de Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso na cidade de Cuiabá - MT, das Comunidades Eclesiais de Base da Igreja, e os intelectuais vinculados ao Centro de Direitos Humanos Henrique Trindade de Cuiabá, do Movimento Popular de Saúde (MOPS) da cidade de Cuiabá, os partidos de esquerda do período, no outro campo buscaremos entrevistar as organizações da sociedade civil representante da burguesia local, tais como a Federação da Indústria de Mato Grosso (FIEMT) e da União Democrática Ruralista (UDR). Serão utilizados na pesquisa recursos tais como: por meio de informações encontradas a partir de textos de referencial teórico, conceitual e histórico; informativos institucionais de sindicatos, partidos; estudos sociais; relatórios de organizações de classe; entrevistas com sujeitos sociais envolvidos/as nesse processo organizativo e político. De caráter exploratório, esta pesquisa busca ampliar o nível de informações sobre o tema investigado, procurando evidenciar as questões políticas, organizativas dos intelectuais orgânicos e da sociedade civil. Inicialmente o projeto será submetido à plataforma Brasil direcionado ao CEP-Humanidades (Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos da Área das Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal de Mato Grosso) onde será avaliado de acordo com os critérios estabelecidos pelo comitê. Durante o procedimento de coleta de dados, será dialogada com os sujeitos da pesquisa a utilização do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE), o qual será entregue às lideranças sindicais, de partidos e dos movimentos sociais no qual está delimitado no presente projeto. Serão realizadas com lideranças sindicais, de movimentos sociais e partidos políticos que dirigiram essas entidades no qual optamos por delimitar o período de 1979 a 1988 tendo em vista ser o período histórico que delimitamos na pesquisa, sendo assim, serão pesquisados 15 a 30.

 


Palavras-chave


Estado; Sociedade Civil; Poder Local.