Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
MULHERES EMPODERADAS? A PARTICIPAÇÃO FEMININA NO EMPREENDEDORISMO DE CUIABÁ/MT
MILENA CORREA FERRARI, SILVANA MARIA BITENCOURT

Última alteração: 03-10-18

Resumo


O trabalho tem como objetivo analisar as motivações do empreender das mulheres que compõem a Rede Mães Empreendedoras, na cidade de Cuiabá/MT; tendo em vista a multiplicidade de papéis socialmente representados como femininos, e seus desafios no empoderamento feminino por meio de uma perspectiva feminista e das relações de gênero. Considerando a participação das mulheres no mercado de trabalho, a desigualdade de rendimentos, pensando no empreendedorismo por necessidade e oportunidade e a questão do cuidado ainda delegados às mulheres, tanto na condição mãe ou filhas, com a casa. Partindo dos estudos sobre as desigualdades de gênero no mercado de trabalho e a participação das mulheres no empreendedorismo, propõe-se responder ao seguinte problema: a) Quais as motivações das mulheres que participam das Rede Mães Empreendedoras para empreender no mercado de trabalho em Cuiabá/MT? Para tanto, pretende-se desenvolver como hipótese do estudo a seguinte afirmação: a) as demandas vinculadas à multiplicidade de papéis considerados femininos constituem um desafio para as mulheres no mercado de trabalho empreendedor. Como objetivo específico da presente pesquisa, propõe-se verificar os desafios da mulher empreendedora frente à busca pelo empoderamento feminino, considerando a multiplicidade de papéis advindos da construção social de gênero. A metodologia será baseada no modelo qualitativo, visto que possibilita uma investigação que apreenda as subjetividades e representações das pessoas do campo amostral. A construção de pesquisa se vale de uma revisão bibliográfica acerca do tema proposto, bem como os principais conceitos. Ademais, será realizando um levantamento dados demográficos sobre a situação do mercado empreendedor no município, bem como um roteiro pré-estabelecido de questões estratégicas para realização de entrevista semiestruturadas, tendo como técnica de análise dos dados coletados a forma de análise de conteúdo, a fim de responder ao problema de pesquisa proposto.


Palavras-chave


Gênero; empreendedorismo; empoderamento; trabalho.

Referências


GUEDES, Moema; ARAUJO, Clara. Desigualdades de gênero nos espaços decisórios: o caso brasileiro. Iguais? Genero, trabalho e lutas sociais. Goiania: Ed PUC Goiás, 2014. P. 155-171.

GUIMARÃES, Ana Lúcia. Por que hoje no Brasil mais mulheres buscam o ensino superior? Trajetórias educacionais, família e casamento em questão. Tese (doutorado em Sociologia e Antropologia). IFCS/UFRJ. 2003.

GUIMARAES, Nadya Araujo. A Igualdade Substantiva  e os novos desafios nas relações de gênero no trabalho. Estudos Feministas, Florainopolis, 24 (2): 292, pp. 639-643, 2016.

HIRATA, Helena. Emprego, responsabilidades familiares e obstáculos sócio-culturais à igualdade de gênero na economia. In: Revista do Observatório Brasil da Igualdade de Gênero. Brasília: Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, 2010.

HIRATA, Helena. Mundialização, divisão sexual do trabalho, e movimentos feministas transnacionais. Conferência regional sobre la mujer de America Latina y El Caribe. Naciones Unidas: CEPAL, 2010.

HIRATA, Helena, KERGOAT, Danièle. Les paradigmes sociologiques à l'épreuve des catégories de sexe: quel renouvellement de l'épistémologie du travail? in Les ressorts de la mobilisation au travail. Durand J.P. et Linhart D. (coord.), Toulouse, Octarès, p. 263-272, 2005.

HIRATA, Helena. Visão comparativa sobre o trabalho feminino na França, Japão e no Brasil. In LIMA, M. E. et al (orgs.) Transformando as relações trabalho e cidadania: produção, reprodução e sexualidade. São Paulo: CUT/BR, 2007.

HIRATA, Helena. Reestruturação produtiva, trabalho e relações de gênero. Revista Latinoamericana de Estudios del Trabajo. Ano 4. n.7. São Paulo, ALAST, 1998. pg 323 - 344 342 Camila Daniel O Social em Questão - Ano XIV - nº 25/26 – 2011.

HIRATA, Helena; KERGOAT, Danièle. Novas configurações da divisão sexual do trabalho. Cadernos de Pesquisa. V. 37, n.132, 2007.

LAGARDE, Marcela. Género y Feminismo: desarrollo humano y democracia. Madri: horas & horas, 1996.