Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Saúde Mental de adolescentes da Educação Básica da Rede Estadual do Município de Cuiabá-MT
Luciana Cristina Ghisi, Delma Perpétua Oliveira de Souza

Última alteração: 06-10-18

Resumo


INTRODUÇÃO: As perturbações mentais e comportamentais são comuns durante a adolescência, cuja fase do desenvolvimento humano é marcada pelo desenvolvimento biológico, psíquico e sociocultural, em que o adolescente expõe-se a as situações de conflitos e sofrimento psíquico.  OBJETIVO: Analisar a prevalência Transtornos Psiquiátricos Menores e fatores associados entre adolescentes da Educação Básica da Rede Estadual do Município de Cuiabá – MT. MÉTODO: Estudo transversal com uma amostra aleatória sistemática de estudantes adolescentes matriculados em 2015 na Educação Básica da Rede Estadual de Cuiabá-MT. Aplicou-se em sala de aula, um questionário anônimo de auto–preenchimento, composto por variáveis sociodemográficas, familiares, escolares, drogas psicoativas, alcoolismo, violência e Transtornos Psiquiátricos Menores as quais foram submetidas a um Teste- reteste avaliado pelo teste de confiabilidade Kappa. Os dados serão submetidos à análise univariada, bivariada, por meio de Teste do Qui – quadrado (p < 0,05), tendo como medida de associação Razão de Prevalência (RP) e respectivos intervalos de confiança de 95% (IC). As variáveis associadas com p valor igual ou abaixo de 0,25 serão submetidas à análise de Regressão de Poisson. RESULTADOS: O teste-reteste do instrumento, aplicado em 86 estudantes adolescentes apresentou 71,6% kappa satisfatório com confiabilidade para sua aplicação. Os dados de 960 adolescentes estão em análise. CONCLUSÃO: Espera-se que este estudo venha contribuir para ações de prevenção e do cuidado com a saúde mental de adolescentes.


Palavras-chave


Transtornos Psiquiátricos Menores; Estudantes Adolescentes; Epidemiologia