Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
CAMPEONATO MATO-GROSSENSE DE FUTEBOL PROFISSIONAL: ESTUDO SOBRE PÚBLICO E RENDA NO FUTEBOL PROFISSIONAL DE MATO GROSSO NAS DÉCADAS DE 1980 E 2000
DARCY DE ARRUDA ABREU FILHO

Última alteração: 04-10-18

Resumo


Esta  pesquisa  de mestrado insere-se na área dos estudos da Sociologia do esporte. Objetiva-se “compreender os fatos que contribuem com a presença de público e da renda do campeonato de futebol profissional do estado de Mato Grosso”, com recorte temporal nas décadas de 1980 e 2000. O interesse em pesquisar os impactos sociais,  especificamente, o campeonato mato-grossense de futebol profissional nas referidas decádas, intensiona  contribuir para comprendermos os motivos de uma aparente diminuição da presença do público, consequentemente da renda, desse campeonato. A escolha desse tema deve-se, também, ao interrese sobre o futebol, já que fui atleta desse esporte na infância e adolesciencia, assim como morador de cidade pequena onde o estádio de futebol era uma das poucas praças de lazer, durante os capmpeonatos regionais a cidade pulsava nos fins de semana, essa formação de lembrança deixou marcas profundas  minha vivência com o futebol, ao mudar para a capital, pude constatar que o, outrora, importante e bem frequentado campeonato estadual e, sobretudo o da capital, não atraia o mesmo número de frequntadores relatados nas memorias da população de mais idade. Metodologicamente, esta investigação orienta-se pela abordagem da Pesquisa Qualitativa. Para a coleta de dados a pesquisa em curso,  levantamento exploratório bibliográfico referente ao tema do futebol; mapeamento de público e renda nos jornais e publicações do período em estudo, em súmulas de jogos e sites especializados. Numa aproximação de modo mais empírico realizamos periodicamente, um trabalho de campo no estádio Arena Pantanal de Cuiabá Mato Grosso, com torcedores dos diversos times que compõem e disputam campeonatos. Esta etapa se organiza por uma observação participante e posteriormente uma pesquisa semiestruturada com torcedores atuais e veteranos. Considerando o futebol um modelo de sociedade dentro de uma sociedade mais ampla; discutindo a apreciação do futebol no Brasil fora da consciência individual dos brasileiros; nos ajudando a construir linhas de discussões para compreendermos o futebol numa perspectiva de lócus de inserção do indivíduo no coletivo. Nessa mesma concepção, apoiamos na em estudos mostram que o campo esportivo é tão significativo quanto o capital social, cultural ou econômico. Os estudos dentro dessa construção de entendimentos junto ao tema proposto em pesquisas nacionais na área da Sociologia do esporte mostram-nos que, o esporte é um fenômeno complexo, uma atividade abrangente, pois engloba diversas áreas sociais humanas, tais como, a saúde, a educação, o turismo. Ainda, o entendemos como uma ferramenta de inclusão social, sendo uma estratégia de sociabilização, formação humana integral dos sujeitos envolvidos. Nesse viés, esta pesquisa, voltada ao esporte mato-grossense, enseja aprofundar a discussão da Sociologia do esporte como benefício de prática esportiva dirigida para a formação de adolescentes e jovens numa perspectiva histórico-social, cultural, ético-moral e para o desenvolvimento da cidadania.

 

 


Palavras-chave


Sociologia do esporte. Futebol profissional. Espaço social. Mercado futebolístico mato-grossense. Habitus.

Referências


BRENTO, Devid Le. A Sociologia do Corpo. 2 ed. Petrópolis: Vozes, 2007.

BOURDIEU, P. Questões de sociologia. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1983.

CUCHE, Denys. A Noção de Cultura nas ciências sociais. Bauru: EDUSC. 1996.

DAMATTA, R. Antropologia do óbvio: notas em torno do significado social do futebol brasileiro. Revista USP, São Paulo (dossiê futebol), n. 22, p. 10-17, jun./jul./ago. 1994.

DEMO, Pedro. Introdução à metodologia da ciência. São Paulo: Atlas, 2012.

HELAL, R. O Que é Sociologia do Esporte. São Paulo: Brasiliense, 1990 (Coleção Primeiros Passos).

MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. 18. ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

______. O desafio do conhecimento. 9. ed. ampliada e aprimorada. São Paulo: Hucitec, 2006.

RODRIGUES, Francisco Xavier Freire. O fim do passe e a modernização conservadora no futebol brasileiro (2001-2006). 346 f. (Doutorado em Sociologia). - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Porto Alegre. 2007.

RUDIO, Franz Victor. Introdução ao projeto de pesquisa científica. 42 ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

THOMPSON Paul. A entrevista. In: A voz do passado: história oral. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.