Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Esquemas de percepção das relações sociais pelas classes populares e a ordem social no Haiti de 1986 a 2018. Uma explicação da inexistência de "um Movimento Popular" no campo político haitiano.
Louis-Jacksonne LUCIEN, Edson Benedito Rondon Filho

Última alteração: 15-10-18

Resumo


Este trabalho de pesquisa tem como tema os esquemas de percepções das relações sociais pelas classes populares e a ordem social no Haiti de 1986 a 2018, com vistas a explicar a inexistência de um "movimento popular" no campo político haitiano. O objetivo geral é compreender como os esquemas de percepção das relações sociais pelas classes populares do Haiti interfiriram / interferem na constituição de um movimento popular de transformação da ordem social no Haiti. Como objetivos específicos temos : 1) Descrever o quadro social e a composição e configuração das classes populares do Haiti de 1986-2018. 2) Estudar os esquemas de percepções das relações sociais das classes populares haitianas. 3) Explicitar os movimentos populares e existentes no Haiti de 1986-2018. 4) Interpretar a ordem social haitiana. 5) Relatar os projetos políticos aplicados entre 1986-2018. 6) Apontar os discursos das classes dominantes entre os anos de 1986-2018. Em síntese, trinta anos atrás, sob o ímpeto de vários fatores, e uma forte presença das categorias sociais populares, a sociedade civil haitiana enfrentou a ditadura dos Duvalier, alegando a construção de uma sociedade democrática e menos desigualitária. Este desafio dinâmico levará à queda da ditadura em 1986. Numerosos pesquisadores, por uma declaração de fracasso, afirmam a existência de uma perpetuação das estruturas tradicionais de exclusão, e até falam, por outro lado, da inexistência de um movimento social progressista no Haiti. Esse quadro indica que, apesar da permanência da crise da sociedade e do agravamento de suas condições de vida, as categorias sociais populares não conseguem constituir um "movimento popular" com vistas a uma transformação de relações desiguais. A questão problema a ser respondida é: Como os esquemas de percepções das relações sociais das classes populares do Haiti interferiram / interferem na constituição de um movimento político, entre os anos 1986 e 2018, que transformasse a ordem social naquele país? Assim, formulamos, como parte deste trabalho, as hipóteses de que: As classes populares do Haiti (os pequenos camponeses haitianos, a maioria das categorias urbanas), em sua maior parte, excluídas do mercado formal do trabalho e sem um capital escolar significativo apresentaram esquemas de percepções das relações sociais, herdadas da vida camponesa, reforçadas pela moralidade religiosa - despossuída da possibilidade de conceber a sociedade como um espaço de lutas objetivas, independentemente da vontade dos agentes, com resultados diretos na formulação, principalmente, de julgamentos éticos e não políticos sobre as lutas sociais e políticas, o que acabou por interferir na constituição de um movimento político, entre os anos de 1986 e 2018, que transformasse/ transforme a ordem social do país. As classes dominantes, incapazes de formular um "projeto nacional" para uma integração das classes populares e retirar o país de uma crise multidimensional, a cada movimento de protesto, retomaram/ retomam um discurso unitário com vistas a desacreditar qualquer grupo que questione as divisões objetivas subjacentes às relações sociais, reativando as disposições e os esquemas perceptuais das classes populares, levando-as a aderir e a legitimar ao discurso de sociedade como indivisível por interesses antagônicos com interferência na constituição de um movimento político, entre os anos de 1986 e 2018, que transformasse a ordem social do país. A fim de verificar essas hipóteses, desenvolveremos um roteiro de entrevista semiestruturado para entrevistar diferentes sujeitos das classes populares para coletar suas percepções de relações sociais, lutas políticas e sociais. Por outro lado, analisaremos amostra de discursos de diferentes líderes políticos, a fim de explicar também suas representações acerca das relações sociais e como tais representações tendem a ocultar o caráter antagônico das lutas sociais.


Palavras-chave


Campo político haitiano – movimento popular – classes populares – esquema de percepção