Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
DESENVOLVIMENTO E VALIDAÇÃO DE MÉTODO MULTIRRESÍDUOS PARA ANÁLISE DO PESTICIDA 2,4-D E SEUS PRODUTOS DE DEGRADAÇÃO EM ÁGUAS.
Michelle Fernanda Brugnera, Leticia Louize Gonçalves Tessaro, Eliana Freire Gaspar de Caravlho Dores

Última alteração: 05-10-18

Resumo


O uso intensivo de pesticidas tem sido associado a contaminações indesejadas em diversas matrizes ambientais, em especial a água. Embora os pesticidas possam sofrer degradação, em alguns casos os subprodutos gerados são mais tóxicos que a molécula original. Dentre os estados brasileiros o Mato Grosso é o maior consumidor de pesticidas, associado a grande produtividade agrícola. O herbicida 2,4-D é intensamente utilizado nas principais lavouras desenvolvidas no estado e tem quatro produtos de degradação, 2,4-diclorofenol, 4-clorofenol, 4-cloro-2-metilfenol e 2,4-dicloro-1-metoxibenzeno, que podem representar riscos ao ambiente. Diante do exposto, o objetivo deste trabalho é desenvolver e validar um método para determinar e quantificar o pesticida 2,4-D e seus produtos de degradação em amostras de águas superficiais e subterrâneas de rios da bacia São Lourenço que passam por fazendas com cultivo agrícola intenso nos municípios de Rondonópolis, Jaciara e Campo Verde. Para isto, serão utilizadas duas estratégias de amostragem, pontual e passiva, esta última utilizando amostrador Integrativo de Compostos Orgânicos Polares (POCIS). Os resultados obtidos com os diferentes tipos de amostragem serão comparados e afim de avaliar o desempenho do amostrador passivo que será previamente calibrado em laboratório para obtenção da taxa de amostragem. As amostras serão pré-concentradas com extração em fase sólida (SPE),uma técnica muito indicada quando se trabalha com matrizes ambientais que possui muitos interferentes, usando ENV+ como fase adsorvente. A quantificação dos analitos (ácido diclorofenoxiacético (2,4-D), 2,4-diclorofenol, 4-clorofenol, 4-cloro-2-metilfenol e, 2,4-dicloro-1-metoxibenzeno) será realizada utilizando a cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas em sequência LC-MS/MS. O método será validado em termos de seletividade, linearidade, precisão, exatidão e limites de detecção e quantificação. Por fim, o método será aplicado para análise de água em regiões próximas a plantações no estado de Mato Grosso.


Palavras-chave


2,4-D, SPE, amostragem passiva, amostragem pontual, LC-MS/MS

Referências


 

ALVAREZ, D. A.; PETTY, J. D., HUCKINS, J. N.; JONES‐LEPP, T. L.; GETTING, D. T.; GODDARD, J. P.; MANAHAN, S. E. Development of a passive, in situ, integrative sampler for hydrophilic organic contaminants in aquatic environments. Environmental Toxicology and Chemistry: An International Journal, v. 23, n. 7, p. 1640-1648, 2004.

DORES, E. F. G. C; DE-LAMONICA-FREIRE, E. M. Contaminação do ambiente aquático por pesticidas. Estudo de caso: águas usadas para consumo humano em Primavera do Leste, Mato Grosso–análise preliminar. Quim. Nova, v. 24, n. 1, p. 27-36, 2001.

LOOS, M. A.; ROBERTS, R. N.; ALEXANDER, M. Phenols as intermediates in the decomposition of phenoxyacetates by an Arthrobacter species. Canadian journal of microbiology, v. 13, n. 6, p. 679-690, 1967.

MAJZIK, E. S.; TÓTH, F.; BENKE, L.; KISS, Z. SPE-LC-MS-MS determination of phenoxy acid herbicides in surface and ground water. Chromatographia, v. 63, n. 13, p. S105-S109, 2006