Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Síntese e caracterização estrutural e dielétrica do SrTiO3 puro e com adições de HfO2
Thais de França Batista, Mauro Miguel Costa

Última alteração: 09-10-18

Resumo


A matriz cerâmica SrTiO3 possui estrutura cristalina do tipo perovskita (ABO3) e tem sido amplamente estudada devido às suas propriedades ferroelétricas e magnéticas. Pode-se aumentar a sua condução elétrica ao substituir os íons de Ti4+ por íons de terras raras. Nesse trabalho, composições cerâmicas de SrTiO3 puro e com adições de HfO2, Sr(Ti1-xHfx)O3, sendo x = 0,02, 0,04, 0,06, 0,10 e 0,20, foram preparadas por meio de reação de estado sólido em moinho planetário de bolas, seguido de calcinação em mufla a 1000ºC por 6 horas, temperatura na qual foi identificada a fase do titanato de estrôncio. As estruturas das cerâmicas foram avaliadas através da técnica de difração de raios-x. Em sequência as amostras serão sinterizadas e será empregada a técnica de picnometria para determinação das densidades peças. Também será realizado o refinamento das estruturas cristalinas através do método de Rietveld, através do qual poderão ser obtidas informações estruturais mais precisas sobre os materiais e a quantificação das fases presentes. A microestrutura será avaliada através de Microscopia Eletrônica de Varredura e as propriedades elétricas serão obtidas por meio de Espectroscopia de Impedância.

Palavras-chave


Titanato de estrôncio; Caracterização estrutural; Cerâmicas avançadas.

Referências


FUJIMOTO, T.G. Microestutura e propriedades elétricas e dielétricas do titanato de estrôncio puro e contendo aditivos. USP: São Paulo, 2016.