Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, X Mostra da Pós-Graduação: Direitos Humanos, trabalho coletivo e redes de pesquisa na Pós Graduação

Tamanho da fonte: 
Atuação profissional de Psicólogos e Psicólogas no atendimento à Queixa Escolar
Dayane Aparecida do Nascimento Cardoso, JANE TEREZINHA DOMINGUES COTRIN

Última alteração: 16-10-18

Resumo


Psicologia e Educação são duas áreas de conhecimento que ao longo do tempo mantém uma estreita relação e se destacam pelos saberes e lugares de conhecimento que possibilitam. Nesse âmbito as queixas escolares ocupam importante papel na medida que mobiliza esforços e desafia ambas as áreas. As queixas são produtos de uma construção histórica, conforme os processos educacionais avançaram foram se desenvolvendo teorias e se estabelecendo paradigmas na educação, paralelamente, surgiram diferentes problemáticas educacionais. Partindo dessas problemáticas materializadas em forma de queixas, o principal objetivo desse trabalho é mapear os lugares para onde são encaminhadas as queixas escolares na cidade de Cuiabá-MT e compreender a partir da atuação dos psicólogos e psicólogas, quais demandas atendem, que instrumentos utilizam e com que finalidade, como se apropriam desses lugares, como recebem as queixas escolares, que tipo de atendimento propõem e quais as expectativas e dificuldades na prática cotidiana. A pesquisa foi dividida em duas fases, num primeiro momento os coordenadores de escolas cadastradas na rede municipal, estadual e privada da cidade de Cuiabá-MT, responderam à um questionário com questões sobre o encaminhamento de alunos e alunas com queixas relacionadas a dificuldades de aprendizagem, indisciplina e necessidades especiais. A coleta de dados inicial permitiu um mapeamento dos locais que recebem as queixas escolares na cidade oportunizando a realização de entrevistas com psicólogos e psicólogas que atuam nesses lugares. A análise de dados tem sido feita a partir de eixos temáticos com categorias definidas a posteriori, a partir do conteúdo dos questionários e entrevistas sob orientação de referencial crítico, que considera as questões históricas e a política atual, com base nos pressupostos da Psicologia Histórico-Cultural.


Palavras-chave


Psicologia, Educação e Queixa-escolar