Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, IX MOSTRA DE EXTENSÃO

Tamanho da fonte: 
FRUTICULTURA: AÇÕES EXTENSIONISTAS PARA A GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA AOS AGRICULTORES FAMILIARES DA BAIXADA CUIABANA
Victor Vinícius Oliveira, Davidson Henrique Cordeiro, Hellen Izabela de Souza Alves, Rafael Campagnol, Glaucio da Cruz Genuncio

Última alteração: 21-09-18

Resumo


A fruticultura vem ganhando destaque no cenário do agronegócio brasileiro, principalmente com o lançamento do Plano Nacional de Desenvolvimento da Fruticultura, lançado em agosto de 2018 pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que tem por premissa ampliar a participação dessa cadeia produtiva na pauta de exportações, assim como fomentar condições e procedimentos para fins de consumo no âmbito do mercado interno. Em função disto, o objetivo deste trabalho foi à implantação continuada de ações que viabilizem a expansão da fruticultura tanto na Baixada Cuiabana quanto em todo o estado de Mato Grosso. Estruturalmente, implantou-se um centro de pesquisa e extensão em Horticultura (áreas de Fruticultura e Olericultura) na Fazenda Experimental da UFMT, aonde desde 2016, vem-se desenvolvendo ações focadas na difusão de técnicas e tecnologias que estabeleçam práticas agronômicas importantes para o aumento da área produtiva e da qualidade na produção de frutas e hortaliças, tais como: reciclagem de resíduos orgânicos, a partir do uso da compostagem, produção de mudas de qualidade, com o uso de cultivo protegido e, seleção de espécies frutíferas mais adaptadas às condições locais e regionais que, por consequência, atenderão a uma demanda técnica de um grupo de 144 mil agricultores familiares residentes em todo o estado de Mato Grosso. Estas ações fazem parte de um planejamento estratégico de cinco anos, objetivando o atendimento de uma demanda crescente da sociedade mato-grossense para o fornecimento de gêneros alimentícios básicos.

 


Palavras-chave


agricultura familiar, desenvolvimento regional, fomento setorial e agronegócio.

É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.