Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, IX MOSTRA DE EXTENSÃO

Tamanho da fonte: 
SABERES INDIGENAS NA ESCOLA: REDE UFMT
LEO ATHAIDE SILVA

Última alteração: 19-09-18

Resumo


O projeto Saberes Indígenas na Escola do Ministério da Educação, coordenado em Mato Grosso pela Universidade Federal (UFMT), que constitui a Rede interinstitucional, atendeu nos anos de 2016-2017 a formação continuada de 110 Professores Indígenas de 11 etnias. Nesta primeira etapa a formação contemplou os povos: Bororo, Chiquitano, Umutina, Paresi e Nambikwara, Xavante, Apiaká, Kaiabi, Munduruku, Terena e Kayapó. Este projeto de formação teve como objetivo atender aos processos de aprendizagens das crianças na alfabetização e a produção de materiais didáticos voltados ao letramento e numeramento em línguas indígenas e em português, conforme os contextos sociolinguísticos e históricos de cada povo e aldeia. Para efeito de mobilidade no atendimento aos professores indígenas, a Rede coordenada UFMT – Cuiabá foi dividida em 03 polos: o Polo Cuiabá, Polo Juara/Sinop e Polo de Barra do Garças.

Palavras-chave


Formação; Alfabetização; Educação Escolar Indígena

É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.