Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, IX MOSTRA DE EXTENSÃO

Tamanho da fonte: 
PERCEPÇÃO DOS VISITANTES DO ZOOLÓGICO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO EM RELAÇÃO AOS MITOS CULTURAIS ENVOLVENDO ANIMAIS
ADRIANA CRISTINA FARIA, THAYS ALVES VILA, GRAZIELA LEMOS DE LARA PINTO, ANA CAROLINE ALVES OLIVEIRA, JOSÉ RICARDO SOUZA, SANDRA HELENA RAMIRO CORRÊA

Última alteração: 18-09-18

Resumo


Ao longo de muitos séculos os mitos que tem animais como protagonistas constituem forte influência da cultura popular por sucessivas gerações. Podem ter origem em culturas de outras nacionalidades ou mesmo numa determinada região. No Brasil muitos desses mitos são bem conhecidos e difundidos, de modo que influenciam no comportamento das pessoas no tocante a adoração ou aversão aos animais, que por vezes, se traduzem por ameaças à vida de determinadas espécies animais. Assim, dentro do escopo da Educação Ambiental, que tem sido realizada na forma de Projeto de Extensão no ZooUFMT, procurou-se avaliar a percepção do público visitante no tocante aos mitos populares que tem como alvo o animal. Foi elaborado um questionário fechado com dez perguntas sobre mitos da cultura brasileira e mato-grossense que tivesse animais como protagonistas, sendo as respostas “sim”, “não” ou “não sei”.  O questionário foi apresentado para o público visitante no zoológico da UFMT, tendo a participação espontânea de 159 participantes.  Independente do grau de escolaridade e origem há crença em pelo menos um mito popular (78%), sendo que 82% utilizaram a opção “não sei” para alguma questão. O público participante foi predominantemente do estado de Mato Grosso (82%), sendo maior do sexo feminino (51%) e faixa etária dos entrevistados expressiva entre 30 e 49 anos (38%). Houve a crença em diversos mitos, justificando a atividade de Educação Ambiental e a necessidade de maior foco ao público adulto.

Palavras-chave


Educação Ambiental, Mitos Populares, Zoológico UFMT

É necessário inscrever-se na conferência para visualizar os documentos.