Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, IV Semana Acadêmica de Sinop

Tamanho da fonte: 
Relato de experiência em monitoria de Bioquímica
Pietro Oliveira Ferrari Carrati, Nádia Aléssio Velloso

Última alteração: 04-10-17

Resumo


A Bioquímica é uma ciência complexa e importante, que estuda os processos químicos envolvidos nos organismos vivos, relacionando alguns componentes básicos e suas funções no metabolismo. No curso médico, em especial, a Bioquímica tem importância particular, pois é o ponto de contato com as várias ciências, servindo como base para outras disciplinas fundamentais da grade curricular, como Farmacologia, Fisiologia e Patologia. Porém, existem algumas dificuldades no aprendizado dessa disciplina, sobretudo no método de Aprendizado Baseado em Problemas, no qual o aluno precisa estudar por conta própria o que aparenta ser uma coleção de estruturas químicas e reações, dificilmente assimiladas e desintegradas da prática profissional. Nesse contexto torna-se necessária a presença de monitores para auxiliar tanto professores quanto alunos. Dessa forma, o objetivo desse programa foi colaborar com o professor no sentido de direcionar e esclarecer os acadêmicos quanto aos processos bioquímicos bem como aprofundar o conhecimento do monitor na área. Para tanto, criou-se um plano de trabalho de 20 horas semanais, distribuídas entre diversas atividades, como estudo individual e preparo de atividades de acordo com conteúdo que seria abordado em cada módulo, treinamento e consulta à professora, para esclarecer possíveis dúvidas e delimitar as orientações aos discentes, e atendimento aos alunos sobre os conteúdos trabalhados nos componentes curriculares durante o semestre. No período de abril a julho de 2017, em sala e horários previamente agendados, houve dez sessões de monitoria com boa participação dos alunos de medicina, principalmente quando eram aplicados os simulados bem como durante o transcorrer do módulo de metabolismo (junho/julho). A procura pelo monitor se dava também por aplicativos de comunicação instantânea, fora do horário das sessões, sobretudo no intuito de sanar dúvidas de qual melhor fonte bibliográfica deveria ser consultada ou então qual a profundidade de estudo de determinados conteúdos. Assim, o monitor se sentiu útil e entendeu que a experiência foi benéfica tanto no aprendizado do conteúdo quanto no desenvolvimentode habilidades voltadas ao ensino, sendo bastante gratificante. Logo, os objetivos do plano de trabalho foram compridos integralmente e de maneira satisfatória. Com o objetivo de melhorar a experiência com a monitoria, sugere-se fixar o dia e hora para as sessões de monitoria, bem como diminuir o tempo previsto de 4 horas para no máximo 3 horas, visto que a sessão de maior duração foi 2h e 40min, tendo o restante do tempo sido utilizado para estudos pessoais enquanto aguardava possível discente com dúvida.

Palavras-chaves: Monitoria; Bioquímica; Relato de experiência.


Referências


ALBUQUERQUE, Manuela Alves Cavalcanti et al. Bioquímica como Sinônimo de Ensino, Pesquisa e Extensão: um Relato de Experiência. Revista Brasileira de Educação Médica, Petrolina, v. 1, n. 36, p.137-142, jun. 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rbem/v36n1/a19v36n1.pdf>. Acesso em: 31 ago. 2017.