Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, IV Semana Acadêmica de Sinop

Tamanho da fonte: 
O PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA (PSE): a vivência acadêmica durante o estágio supervisionado em enfermagem
ROSILANE BATISTA SILVA, Nara Jésica Ribeiro e Ribeiro, Soni Vivian Jesus

Última alteração: 05-10-17

Resumo


O Programa Saúde na Escola (PSE) foi criado em 5 de dezembro de 2007 pelo decreto presidencial Nº 6.286, definido como uma política intersetorial do Ministério da Saúde e da Educação, com a finalidade de contribuir para a formação integral dos estudantes da rede pública por meio de ações de promoção da saúde e prevenção de agravos.  A adesão ao programa é pactuada para cada 2 anos e planejada pelas secretarias municipais de saúde e educação, pois, as ações do PSE devem ser inseridas no planejamento pedagógico das escolas, para a participação de todos os alunos e equipe de saúde. Trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência, com o objetivo informar sobre o desenvolvimento das ações do PSE no município de Sinop-MT, vivenciadas pelos acadêmicos do estágio supervisionado em enfermagem, na Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Em 2017 e 2018, serão desenvolvidas 12 ações, em 20 escolas, do município, em parceria com as unidades de saúde da área de abrangência que pertencem. No total 5.545 alunos serão contemplados pelo programa com um incentivo financeiro de R$ 5.676,00, para até 600 alunos, em parcela única destinada à SMS. Ao final de cada ano será realizado o monitoramento das ações pactuadas, através das informações lançadas no e-SUS. Durante o ano de 2017, com a participação dos acadêmicos, já foram realizadas ações de Educação e Saúde sobre Dengue, Zika Virus e Chikungunya, verificada a situação vacinal de 282 alunos e alimentado o Sistema. Até o final do ano 2017, ainda está previsto a realização das avaliações antropométricas e nutricionais. Com relação a vivência dos acadêmicos foi notável a importância desse programa, pois, permite maior interação dos profissionais de saúde com os alunos, permitindo maior acesso a saúde de modo integral e facilitando a promoção da saúde e prevenção de agravos.