Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, IV Semana Acadêmica de Sinop

Tamanho da fonte: 
CONSULTA DE ENFERMAGEM AO RECÉM-NASCIDO: CRIAÇÃO E APLICAÇÃO DE UM INSTRUMENTO NORTEADOR
Thais Pereira da Silva, Priscilla Shirley Siniak dos Anjos Modes, Maria Aparecida Munhoz Gaíva, Vanda Patricia da Silva Santos, Ligia Paula Longhi, Mayrene Dias de Sousa Moreira, Kátia da Silva Rocha, Elen Daniele Rosa Pinto

Última alteração: 06-10-17

Resumo


A consulta do Recém-Nascido (RN) pelo enfermeiro na Atenção Primária à Saúde (APS) é uma oportunidade de fortalecer vínculo entre enfermeiro, bebê e sua família nos serviços das unidades básicas de saúde. A consulta do enfermeiro (CE) ao RN consiste na realização do exame físico, identificação de riscos em seu crescimento e desenvolvimento, dentre outras atividades. Uma das ferramentas que o enfermeiro pode utilizar durante a CE ao RN visando qualificar as ações desenvolvidas é um instrumento norteador para a consulta de enfermagem ao RN. Este guia permite sistematizar a assistência de enfermagem no âmbito da APS. Neste intuito, objetivou-se relatar a experiência da criação e aplicação de um instrumento de coleta de dados para o recém-nascido na consulta de enfermagem na Atenção Básica. O estudo é um relato de experiência da criação e aplicação de um instrumento para coleta de dados de RNs durante a CE de enfermagem. O instrumento foi construído entre os meses de maio e junho de 2017, por acadêmicas e docentes de enfermagem e reformulado para atender as demandas do projeto de extensão “Ninho de Cuidado: antes, durante e depois do nascimento” da Universidade Federal de Mato Grosso, campus de Sinop e; para cumprir com as normativas da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança, Agenda de compromissos para a saúde integral da criança e redução da mortalidade infantil e Primeira Semana Saúde Integral. Depois de construído e reformulado, o instrumento foi aplicado durante as consultas de enfermagem aos RNs, agendadas semanalmente pela Estratégia Saúde da Família do município de Sinop-MT, no período de maio a setembro de 2017. O instrumento norteador contemplou os seguintes tópicos: Identificação; História Familiar; Dados do Parto; Antecedentes Vacinais; Nutrição; Sono e Repouso; Eliminações Fisiológicas; Padrão de Higiene; Condições de Vida; Padrão de Valores e Crenças; Reflexos; Sinais Vitais; Sinais Gerais de Perigo; Exame Físico; Exames Laboratoriais/Imagem; Problemas Levantados, Diagnósticos de Enfermagem; Orientações; Encaminhamentos e Agendamentos. A utilização do instrumento facilitou o desenvolvimento das consultas pelos acadêmicos, pois os dados estavam sistematizados, permitindo que todos os aspectos da saúde da criança fossem contemplados, permitiu a organização e planejamento das ações e estabelecimento de prioridades, repercutindo positivamente na melhoria da qualidade da assistência à saúde das crianças. Conclui-se que o instrumento tem contribuído para a qualificação das ações desenvolvidas pela enfermagem na AB e auxiliado no direcionamento do atendimento de enfermagem pelos acadêmicos.