Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, IV Semana Acadêmica de Sinop

Tamanho da fonte: 
IDENTIFICAÇÃO DAS DIFICULDADES QUE GERAM A EVASÃO ESCOLAR DE JOVENS TRABALHADORES DO ENSINO MÉDIO
Juliano Cezar Silva, Patrícia Rosinke

Última alteração: 11-10-17

Resumo


Bolsista PIBID/CAPES: Juliano Cezar Guimarães da Silva

Orientador PIBID/CAPES: Patrícia Rosinke

 

Nesta pesquisa investigamos quais foram às dificuldades que alunos trabalhadores do ensino médio tiveram ao conciliar os estudos com a rotina de trabalho. Verificamos as possíveis causas e consequências da evasão escolar na escola Estadual São Vicente de Paula. Foi realizado um questionário contendo 14 questões objetivas com estudantes de segundo e terceiro ano do ensino médio. A evasão escolar se dá por vários motivos onde muitos estão ligados a insatisfação com a direção escolar e os métodos de ensino utilizados pelos professores. Por meio deste questionário, soubemos que projetos como SENAI que se encarregam de cuidar da carga horária do adolescente e se certificam que ela está se saindo bem na escola. Porém, muitos alunos acabam abandonando o ensino médio para trabalhar e ajudar a família ou mesmo só para poderem ter seu próprio dinheiro para gastar. É comum, como foi identificado, que alunos do ensino médio trabalhem no período que não frequentam a escola, deste modo dificultando o aprendizado e consequentemente causando o abandono escolar. Os jovens de hoje em dia não encontram muitas dificuldades em conseguir um emprego e acabam sem motivações para estudar, eles quando chegam ao fim do mês são gratificados por todo seu esforço e na escola não se vê isso. As dificuldades que os alunos trabalhadores têm em sua formação é um problema antigo que se vem somando com a insatisfação dos alunos, muitas de suas vezes pela falta de conselhos e a falta de incentivo, é preciso mostrar onde eles podem chegar e quais são os caminhos para que eles alcancem o sucesso, pois sem este incentivo eles não veem a necessidade de estar estudando, ainda mais se para eles é fácil conseguir um emprego, porem não veem que futuramente precisaram de qualificações e estudo. Como futuros professores, consideramos importante estar preparados e integrados à escola, saber como ela funciona, acompanhando os alunos, buscando soluções, aprimorando e buscando novas formas de ensinar. Dessa forma contribuímos para a nossa formação e a formação de professores.

 

Palavras-chave: Evasão escolar. Jovens trabalhadores. Ensino médio.

 

 

 

Juliano Cezar Guimarães da Silva