Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, V SEMANA ACADÊMICA DE SINOP

Tamanho da fonte: 
PROMOÇÃO DA SAÚDE SEXUAL E REPRODUTIVA NA ATENÇÃO BÁSICA
PRISCILA OMODEI DA SILVA, PACIFICA PINHEIRO CAVALCANTI, PATRICIA DA COSTA MARISCO, ROSILENE DA SILVA

Última alteração: 01-10-18

Resumo


Os profissionais de saúde em geral sentem dificuldades de abordar os aspectos relacionados à saúde sexual e reprodutiva. Trata-se de uma questão que levanta polêmicas, na medida em que a compreensão da sexualidade está muito marcada por preconceitos e tabus. O projeto Consulta de Enfermagem: uma ferramenta de promoção da saúde sexual e reprodutiva tem como um dos objetivos abordar a saúde sexual como elemento essencial para a qualidade de vida e de saúde das nossas clientes. Esse projeto fundamenta-se no atendimento às mulheres de Sinop que são assistidas pelo SUS,  divulgando informações com ênfase na prevenção das infecções sexualmente transmissíveis, planejamento familiar, sexualidade e promoção da saúde reprodutiva e sexual. As ações extensionistas ocorrem em ambientes diversos (Unidades de Saúde da Família-USF, empresas privadas, igrejas, escolas, centros comunitários e comunidades terapêuticas). Considerando o aspecto itinerante das ações extensionistas que almejam atingir o maior número de mulheres nos seus próprios locais da comunidade. A dinâmica da assistência divide-se normalmente em dois momentos. No primeiro momento é realizado um método de acolhimento, conhecido como sala de espera, no próprio local onde as clientes aguardam o atendimento, sendo realizadas as atividades de educação em saúde, utilizando exposição oral e dinâmicas interativas. Os temas apresentados enfocam os diversos aspectos da saúde sexual e reprodutiva, como pode-se citar: o exame de Papanicolau (técnica e importância), higiene íntima, câncer de colo uterino, câncer de mama, disfunções sexuais, qualidade de vida, afetividade e métodos contraceptivos. No segundo momento é efetuada a consulta ginecológica de enfermagem, que se inicia com uma anamnese detalhada, através de um comportamento empático que possibilita o esclarecimento de dúvidas que geralmente envolvem tabus, mitos e disfunções sexuais. No segundo semestre do ano de 2017 e no primeiro semestre do ano de 2018, foram realizadas 173 consultas de enfermagem ginecológicas, com coletas de preventivo, exame clínico das mamas e orientações sobre temas relevantes à saúde da mulher. A consulta de enfermagem é uma ferramenta indispensável para a melhoria da qualidade de vida e do bem-estar das clientes.

 


Palavras-chave


Saúde da Mulher; Consulta de Enfermagem; Sexualidade