Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, V SEMANA ACADÊMICA DE SINOP

Tamanho da fonte: 
CONHECENDO A BIODIVERSIDADE NORTE-MATOGROSSENSE ATRAVÉS DO MUSEU ITINERANTE
Beatriz Garcia Dos Santos, Milton Omar Cordóva, Dienefe Giacoppini, João Otávio Santos Silva, Samuel Ferreira dos Anjos, Romario Souza, Larissa Cavalheiro

Última alteração: 09-10-18

Resumo


Durante os séculos passados, nunca houve a preocupação com o conhecimento ambiental e o seu papel na sociedade. A intensa utilização da matéria-prima de recursos naturais gerou um efeito negativo durante os séculos e nos fez perceber que a natureza é um fator indispensável para a população. Desta forma, nosso trabalho objetivou, através do projeto: Museu Itinerante da Flora e Fauna da Amazônia Mato-grossense, com palestras e exposições da coleção, despertar o interesse dos estudantes da rede pública e privada de ensino, sobre a riqueza em nossa região, sensibilizando-os sobre a importância de sua conservação. O Museu é um projeto criado em 2011 e atua até hoje, nossa equipe é formada por 7 professores pesquisadores e mais de 20 alunos estagiários de graduação e mestrado. Tendo em vista que vivemos em um ambiente de tensão ecológica Amazônia-Cerrado, temos uma alta biodiversidade biológica e com grande variedade de recursos hídricos. Nosso projeto permite o ingresso de alunos da rede pública e privada de Sinop e região para o interior do acervo e das pesquisas e estudos realizados na ABAM – acervo Biológico da Amazônia Meridional. Assim, nosso objetivo é mostrar, descrever, apresentar e expor espécimes característicos, além de visar a educação ambiental. Até o começo do mês de setembro, do presente ano, o museu já recebeu mais de 850 alunos e o conhecimento transmitido despertou a curiosidade dos mesmos, o que, acreditamos, leva a um maior interesse pelo local em que vivem e pela preservação do mesmo. Com nosso trabalho, conseguimos esclarecer muitas dúvidas dos participantes a respeito dos exemplares expostos, colaborando assim para a construção do conhecimento de cada um e orientando-os sobre a importância do conhecimento e preservação do meio ambiente do qual fazem parte. Além disso, para os pesquisadores e estagiários, sair da rotina de pesquisa e estudo para interagir com os alunos gerou muita satisfação no trabalho desenvolvido, considerando que a universidade é parte da comunidade e gera benefícios para a mesma.


Palavras-chave


Coleções Zoológicas, Herbário CNMT, Educação Ambiental, Biodiversidade Mato-Grossense.