Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, V SEMANA ACADÊMICA DE SINOP

Tamanho da fonte: 
RELATO DE EXPERIÊNCIAS DAS ATIVIDADES DE MONITORIA EM CÁLCULO I
Isac Rosa Rodrigues

Última alteração: 17-10-18

Resumo


O programa de monitoria tem como objetivos contribuir para o desenvolvimento das competências pedagógicas do discente-monitor, estreitando o relacionamento entre alunos e professor, culminando num maior nível de aproveitamento das disciplinas, reduzindo o número de retenções, notas baixas e evasão. No componente curricular Cálculo I (cuja ementa é basicamente uma introdução ao estudo do limite e da derivada de funções elementares de uma variável real, bem como suas aplicações no esboço de gráficos em R2), temos um número considerável de reprovações, em consequência da dificuldade de assimilação do novo conteúdo por parte do aluno e também da baixa cultura em conteúdos básicos de matemática e de ciências do ensino médio, lacuna que o professor do ensino superior muitas vezes não pode preencher devido à sobrecarga de aulas ministradas, além das demandas em pesquisa, extensão e gestão pedagógico-administrativa. Nesse contexto o monitor exerce a função intermediadora entre o professor ministrante da disciplina e os acadêmicos, sendo orientado pelo docente na eficiência da elucidação das dúvidas dos discentes. O enfrentamento de dificuldades no exercício da monitoria de Cálculo I é frequente, entre elas, pode-se enumerar: a baixa frequência dos discentes aos encontros de atendimento; o insuficiente conhecimento/entendimento dos conteúdos básicos de matemática minimamente esperados de um aluno que concluiu o ensino médio, demandando ao monitor separar parte do tempo que deveria ser dedicado à explanação de exercícios do Cálculo I para explicar matemática do ensino básico. Durante o atendimento das monitorias ficou evidente que os objetivos propostos foram alcançados, pois, o desafio de atender os estudantes resolvendo e discutindo as questões apresentadas nas listas de exercícios propostos pelo professor, fez com que o monitor reciclasse seus conteúdos e entendimentos sobre os temas abordados; nos diálogos entre o monitor e o professor eram sempre abordadas as dificuldades mais patentes dos discentes, de modo que o professor orientava o monitor a trabalhar alguns exercícios específicos daquele conteúdo deficitário, aproximando assim a relação professor-aluno; apesar de o semestre letivo não haver terminado, em virtude da greve estudantil, observou-se uma correlação entre os mais frequentes às aulas de monitoria e a nota da primeira prova de Cálculo I. Além disso, o auxílio aos alunos que apresentavam dificuldades de entendimento do conteúdo da disciplina, por meio de ajuda individual ou coletiva, evidenciou o lidar prático do ato de transmitir e receber conhecimento por meio das iterações cognitivas, confirmando ao monitor a fundamental importância do curso de Licenciatura.


Palavras-chave


Monitoria; Cálculo I; Licenciatura; Conteúdos Teóricos.