Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, V SEMANA ACADÊMICA DE SINOP

Tamanho da fonte: 
EFEITO DO EXTRATO DE Hibiscus sabdariffa SOBRE A REATIVIDADE VASCULAR DE RATOS OBESOS
Bianca Sulzbacher da Silva, Giseli Facholi Bomfim

Última alteração: 01-10-18

Resumo


A obesidade é uma doença crônica caracterizada pelo acúmulo de tecido adiposo, e cresce mundialmente acometendo crianças, jovens, adultos e idosos. Vários fatores estão relacionados, incluindo genéticos, psicossociais, dietéticos, entre outros. Já foi evidenciado que a dislipidemia e a inflamação presente na obesidade leva a doenças vasculares, ocasionando disfunção vascular. O Hibiscus sabdariffa é uma planta que possui efeitos benéficos sobre a obesidade e suas complicações. Além disso, autores relataram efeito vasodilatador do Hibiscus sabdariffa diretamente nos anéis aórticos. Diante disso, nosso objetivo foi avaliar o efeito do tratamento com o extrato do Hibiscus sabdariffa na reatividade vascular em ratos obesos. Para isso utilizamos ratos Wistars machos, os quais foram divididos em quatro grupos: controle (C), o qual recebeu dieta padrão; controle + Hibiscus sabdariffa (C+HS) que recebeu a mesma dieta mais o tratamento com o extrato de Hibiscus sabdariffa por oito semanas; obeso (O), que receberam uma dieta rica em carboidrato; e obeso + Hibiscus sabdariffa que também tiveram a mesma indução de obesidade do grupo anterior e o tratamento com Hibiscus sabdariffa. Ao final do período experimental os animais foram eutanasiados e os anéis de aorta torácica foram dissecados para realização do experimento de reatividade vascular. Foram também retiradas e pesadas as gorduras para caracterização da obesidade e as amostras sanguíneas coletadas para análises bioquímicas. De acordo com os nossos resultados a dieta rica em carboidrato foi capaz de induzir a obesidade nos ratos, e o Hibiscus sabdariffa teve um efeito antiobesogênico, pois diminuiu o peso corporal final e a gordura total nos obesos. O tratamento com Hibiscus sabdariffa não apresentou efeito nos níveis de colesterol, triglicerídeos e glicemia que estão alterados nos ratos obesos. Além disso, verificamos que o tratamento com Hibiscus sabdariffa não alterou a reatividade vascular de animais obesos, mas apresentou um aumento da atividade da óxido nítrico sintase apenas nos animais controle. Dessa forma, o tratamento com o extrato de Hibiscus sabdariffa mostrou ter um importante efeito antiobesogênico, mas não foi capaz de melhorar a função vascular da aorta de ratos obesos.


Palavras-chave


obesidade, reatividade vascular, Hibiscus sabdariffa.