Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, SEMINÁRIO DO ICHS – Humanidades em Contexto: saberes e interpretações (2014)

Tamanho da fonte: 
A QUESTÃO DA VIDA COMO “O REAL” DA FILOSOFIA E DO SEU ENSINO
José Carlos Mendonça, Amauri Carboni Bitencourt

Última alteração: 19-07-17

Resumo


O presente trabalho tem como propósito pôr em questão uma temática atual à filosofia, principalmente à educação filosófica, qual seja: a arte de (aprender a) viver no contexto em que vivemos. Para tal, alguns elementos da concepção filosófica de Wittgenstein à luz de alguns aspectos levantados por Michel Foucault serão os referenciais; já que há entre ambos os filósofos uma concepção de filosofia, cujo foco é a vida humana e sua transformação. Assim, “o real” da filosofia passa a ser a vida mesma, na maneira pela qual os indivíduos se conduzem em sua existência. Assim, a partir do referencial, enseja-se: I) apontar para alguns elementos pelos quais há um diagnóstico de que a vida, no contexto de uma prática, está enferma; II) em que consiste e o que implica tomar a vida como “o real” da filosofia; e, por fim, III) como a filosofia pode ser um elemento formativo à “vida verdadeira”.


Palavras-chave


Filosofia; Ensino; Educação filosófica

Texto completo: PDF