Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, SEMINÁRIO DO ICHS – Humanidades em Contexto: saberes e interpretações (2014)

Tamanho da fonte: 
PANELAS VERTIDAS Reflexões sobre a Salvaguarda do Ritual Yaõkwa, do Povo Enawene Nawe
Juliana de Almeida, Marina Duque Lacerda

Última alteração: 19-07-17

Resumo


O presente artigo se propõe a analisar o encontro entre diferentes lógicas simbólicas - de um lado, a do Estado, e, de outro, a do povo indígena Enawene Nawe - em meio ao processo de salvaguarda do Ritual Yaõkwa como Patrimônio Cultural do Brasil. Ao passo que a atuação do IPHAN é pautada pela noção de conservação e sustentabilidade dos bens patrimonializados, os Enawene Nawe têm demonstrado que, do seu ponto de vista, salvaguardar o ritual consiste, entre outros aspectos, na garantia das condições materiais que viabilizam tal prática. Tal concepção diz respeito ao conceito ewayate (chefe/dono), cuja atuação se dá justamente no sentido de garantir o abastecimento do ritual, atendendo os desejos dos insaciáveis iyakaliti (espíritos da paisagem) evitando, desse modo, os maléficos ataques destes seres causadores de doenças e mortes. Este paradoxo se apresenta especialmente na solicitação dos Enawene Nawe para que o IPHAN faça a aquisição de grandes quantidades de peixe de criatório como forma de suprir a demanda do Ritual Yaõkwa, dado o contexto de redução dos estoques pesqueiros que acometeu a bacia do Alto rio Juruena, sobretudo a partir de 2009. Para tal análise utilizamos a perspectiva de Gersen Luciano (2006), a qual aponta a incompatibilidade entre a lógica da reciprocidade, própria aos indígenas, e a lógica tutelar que orienta a atuação do estado em relação a estas populações. Luciano defende a hipótese de que as práticas assistenciais (do estado) são entendidas pelos indígenas a partir de uma lógica simbólica própria, pautada pelo regime de distribuição de bens. Nesse sentido, acreditamos que no contexto em análise está em jogo a ação dos Enawene Nawe, que a respeito da forma característica de atuação dos iyakaliti, buscam o esgotamento do excesso (de recursos) que pulsa do governo, conceitualizado por estes indígenas como esfera distribuidora de riquezas e benesses.


Palavras-chave


Patrimônio Cultural; Enawene-Nawe; Ritual Yaõkwa

Texto completo: PDF