Sistema de Eventos Acadêmicos da UFMT, SEMINÁRIO DO ICHS – Humanidades em Contexto: saberes e interpretações (2014)

Tamanho da fonte: 
EDUCAÇÃO E TRABALHO: A EXPERIÊNCIA E OS SABERES DOS CAMELÔS EM CUIABÁ
Christiany Regina Fonseca, Edson Caetano

Última alteração: 19-07-17

Resumo


Este trabalho tem por objetivo discutir sobre os camelôs e ambulantes e sua relação com o trabalho e a educação na perspectiva da experiência e da produção de saberes, buscando compreender a “sobrevivência” da Economia Popular frente à ordem do capital que a partir da reestruturação produtiva tem tornado cada vez mais precarizado o trabalho assalariado e vem obrigando muitos trabalhadores a buscarem alternativas para sobreviver e assegurar a produção material e imaterial da vida. O referencial teórico-metodológico se apoia na literatura nacional acerca dos temas: Trabalho, Educação, Economia Popular, Reestruturação Produtiva, Experiência e Produção de Saberes. Trata-se de pesquisa qualitativa, sendo utilizada revisão bibliográfica, pesquisa de campo por meio de observação participante e entrevistas que constituíram os métodos e as principais técnicas utilizadas. Entende-se que os processos pedagógicos também se constituem como um elemento da cultura do trabalho, mediando às condições objetivas e subjetivas do processo produtivo, sendo a dinâmica do trabalho fonte de saberes adquiridos e produzidos no próprio processo de trabalho, no qual os camelôs e ambulantes estão inseridos nesta perspectiva. Para atingir o objetivo da pesquisa, se faz necessário estudar as redes de relações entre o “modos operandi” dos camelôs e ambulantes, o trabalho e a educação. A apreensão dessas dimensões é essencial para a análise das estratégias desenvolvidas pelos mesmos, além do conhecimento de elementos que permitem a compreensão da organização social desse grupo. Pretende-se também através deste estudo contribuir para o debate sobre a questão da economia popular, do qual a identificação deste tipo de atividade seria de suma importância para melhor compreensão de como a interface trabalho e educação acontecem nesta, a partir da compreensão de que por meio do trabalho o homem constrói saberes e assim ele também se forma e se constrói.


Palavras-chave


Trabalho; Educação;Camelôs; Saberes; Experiência

Texto completo: PDF